RELAÇÃO COM NENA

O vereador Henrique de João Gogó (PSC) de Monte Alegre, foi entrevistado por uma rádio do sertão sergipano, a respeito de sua suposta relação próxima com a prefeita Nena de Luciano. Surgiu uma especulação de que o parlamentar participava de reuniões na casa da prefeita e faz elogios a ela durante as sessões da Câmara.

DESMENTIU

Henrique desmentiu e afirmou que não sabe “nem a cor da casa da prefeita, imagina participar de reunião na residência dela”.  Segundo o vereador, o que de fato ocorreu “foi um mal-entendido, onde se especularam o nome do parlamentar errado”.

TROCANDO AS FIGURAS

O vereador reafirmou seu compromisso enquanto líder da oposição e que irá continuar com a mesma ideologia. Segundo ele, houve uma troca de figuras ao ser indagado sobre celebração de acordos para a presidência da Câmara com o suposto “maior inimigo do seu pai, Geninho de Zé de Dé”.

“Acho que trocaram as figuras, pois eu não faria qualquer entendimento para prejudicar Tonhão, pois busco espaço no grupo com aliados e meu líder. Não existe nada contra o vereador Geninho e nem meu pai é inimigo dele. Acho que estão falando de outra pessoa e não eu”, declarou o vereador.

ILUMINAÇÃO PÚBLICA

Ao falar sobre a iluminação pública, Henrique disse que “a gestão está sem sintonia” e que foram “100 dias sem nenhuma perspectiva de mudança, muito menos de melhora”. Afirmou ainda que o dinheiro da iluminação é usado para repasses da Câmara e outras finalidades.

FORA DE SINTONIA

Para Henrique, a prefeita não tem domínio com o seu secretariado. Segundo ele, ocorre que, o secretário dita uma coisa e a prefeita dita outra. Por conta disso, de acordo com ele, não há nenhuma ação emergencial de combate à seca como limpeza de barragens e ajuda direta ao homem do campo. Há também o desconhecimento de quem administra no tocante as onerações de despesas que, segundo o vereador, pode ocasionar prejuízos futuros para os servidores efetivos.

FALTA DE VONTADE

O parlamentar acrescentou também que “falta vontade de administrar” ao relacionar os problemas de esgotos invadindo residências na CEHOP com a ausência e omissão do poder executivo. Henrique disse que até monitor escolar está em falta dentro dos ônibus escolares e que alguns motoristas não têm CNH compatível para conduzir tais veículos.

SALÁRIOS ATRASADOS

Perguntado sobre a situação do servidor público, o vereador afirmou que “diversas pessoas estão trabalhando sem receber e outros recebem 100 reais por semana, quando recebem”.

FICOU NA CONTA

Segundo ele, ficou dinheiro na conta para a nova gestão continuar com pavimentação da Rua do Tanque Velho e Rua Erisvaldo, mas até o momento as obras estão paradas. “Há ainda emendas de Amorim para aquisição de quatro ambulâncias para os povoados Lagoa do Roçado, Maravilha, Baixa Verde e Lagoa da Espora”, disse.

MAIS EMENDAS

Henrique de João Gogó apresentou, durante a entrevista, que tanto o senador Amorim, quanto o deputado federal André Moura deixaram 250 mil para a pavimentação de algumas ruas do Bairro “Rua Nova, para a Rua Secundino Soares da Costa (fundo de Aprígio) e ruas do Bairro do Infantil.

“Só para recuperar as estradas, André Moura mandou 310 mil reais e até agora nada foi feito”, afirmou o parlamentar.

Welder Ban | Panorama Político
Uma análise da política sergipana como ela deve ser: sem censura.

Deixe seu comentário abaixo

Não Deixe de Conferir Essas DICAS Abaixo!!