O Corpo de Bombeiros de Sergipe informou na última quarta-feira (22) que o laudo do incêndio que destruiu o supermercado Makro em Aracaju foi inconclusivo, devido à insuficiência de vestígios e ao alto grau de destruição provocado pelo incêndio.

De acordo com os Bombeiros, a causa da origem do incêndio foi indeterminada, porém foi concluído que as chamas se originaram no setor de manutenção/câmara fria e mezanino metálico do estabelecimento.

“Existe a hipótese que se a câmera fosse monitorada, mesmo com o alto grau de destruição, pudéssemos provavelmente desvendar a causa. Foram encontrados vários traços de fusão, oriundos de curto-circuito, em diversos pontos, o que prova que a proteção da rede, representada pelos disjuntores não foi eficiente ou no funcionou”, explicou o 1º tenente Luiz Jorge.

O Corpo de Bombeiros informou ainda que o estabelecimento não apresentava Atestado de Regularidade junto ao órgão, e que durante o combate ao incêndio o sistema hidráulico preventivo/hidrantes não funcionou devido ao castelo de água, que deveria conter a Reserva Técnica de Incêndio, estava vazio.

*Com informações Ascom/Bombeiros.

Deixe seu comentário abaixo

Não Deixe de Conferir Essas DICAS Abaixo!!

COMPARTILHAR
Músico,Jornalista, Repórter do Programa Voz da Cidadania..