PADRE INALDO

O Padre Inaldo, prefeito de Socorro, ainda não disse para que veio. Pelo menos na opinião do vereador Vagnerrogeris, o gestor ainda não assegura uma boa expectativa. Segundo o parlamentar, a administração até agora não passa de pífia e fraca.

SOLITÁRIO

Vagnerrogeris se apresenta como único vereador de oposição. Uma manobra do prefeito Inaldo fez com que todos os vereadores da bancada contrária, mudassem de lado.

IMPACIENTE

Além de criticar a gestão do Padre Inaldo, o parlamentar ainda diz que o prefeito não sabe lidar com as pessoas. O vereador, que falou para a coluna do Jozailto Lima, afirmou que Inaldo não tem paciência para atender o povo e leva a vida dando bronca em vereadores.

RECLAMAÇÕES!

Durante o Jornal da Xodó, que vai ao ar de segunda a sexta das 12h às 14h, em Socorro, alguns ouvintes questionam a maneira de trabalho do atual prefeito. São várias reclamações que vão de limpeza de rua à saúde e educação.

OUVINTE

Ontem mesmo, uma ouvinte ligou durante a entrevista com o vereador Eliel Felipe para reclamar sobre a marcação de um exame que vem se arrastando há algum tempo e a secretaria de saúde de Socorro informou que não tem prestador de serviço para o paciente que fora mencionado.

SOCORRO PAROU?

Na verdade, o que ocorre é um “processo de lentidão administrativa”. Talvez possa estar associado a (in) competência do gestor ou não. O fato é que a população socorrense estava esperando algo novo, ou muito mais daquilo que se mostrava ser.

PROBLEMA

O prefeito Inaldo terá que ter muita habilidade para manobrar sua gestão. O município de Socorro precisa de uma reestruturação. Praças, quadras, campos e avenidas precisam mais do que nunca passar por grandes ajustes. Há casos em que praças com quadras estão em completo abandono e total descaso.

Welder Ban | Panorama Político
Uma análise da política sergipana como ela deve ser: sem censura.

Deixe seu comentário abaixo

Não Deixe de Conferir Essas DICAS Abaixo!!

COMPARTILHAR
Jornalista DRT/SE 1794, Locutor e Apresentador da Xodó FM 89,9 e 88,5; Bacharelando em Direito.