PARTIDO EM TRANSFORMAÇÃO

O presidente do PSL em Sergipe, Saulo Vieira, concedeu entrevista a este Jornalista no programa de rádio Jornal da Xodó, que vai ao ar de segunda a sexta das 12h às 14h, na Rede Xodó FM, e informou que o partido está passando por um processo de renovação. Em breve, a sigla mudará de PSL para LIVRES.

PROGRAMA DE DESFILIAÇÃO PARTIDÁRIA

Por conta desse processo de transformação, o partido lançou o PDV que, por extenso, significa “Programa de Desfiliação Partidária”. A ideia é fazer com que políticos contrários a ideologia do partido, possam sair sem precisar ser expulsos.

CAPITÃO SAMUEL NO PDV

O deputado estadual, Capitão Samuel, é um dos que deverão aderir ao PDV (Programa de Desfiliação Partidária). Segundo Saulo, o PSL irá caminhar de maneira independente e Samuel “tem desenhado uma trajetória política diferente do caminho que partido quer desenhar”.

“Já lançamos o PDV para ele poder se retirar”, afirmou o presidente. “Eu já tive com ele e ele já disse que recebeu outras propostas de outros partidos”, concluiu.

CHAPA MAJORITÁRIA

Na entrevista, Saulo afirmou que vai a Brasília nesta sexta (07) fechar com a executiva nacional a possibilidade de lançar uma chapa majoritária para concorrer ao governo do estado já em 2018. O presidente disse que a conversa vem amadurecendo.

SOCORRO

O advogado e presidente do PPS em Socorro, Dr. Samuel, lançou um vídeo nas redes sociais onde relata com muita tristeza a ausência imotivada do pagamento das rescisões trabalhistas de servidores que prestaram um relevante serviço ao município de Socorro.

FALTA DE DIÁLOGO

No vídeo, o advogado critica a falta de diálogo do prefeito Inaldo com os munícipes e servidores de Socorro. Samuel afirma que os comissionados foram exonerados sem justificativa da prefeitura, sem receber as férias proporcionais e décimo terceiro salário proporcional. Para o advogado, o município deveria ao menos comunicar os funcionários e estipular um calendário de pagamento para pais de famílias não serem prejudicados.

MONTE ALEGRE

Um internauta fez uma reclamação em um grupo de Whatsapp que o veículo que transporta alunos do Povoado Retiro a União do Conselheiros não está cumprindo com o ponto de trabalho. Segundo ele, os alunos estão sendo prejudicados porque o ano letivo iniciou em 20 de fevereiro e o ônibus escolar “não está indo ao povoado pegar os alunos”.

Welder Ban | Panorama Político
Uma análise da política sergipana como ela deve ser: sem censura.

Deixe seu comentário abaixo

Não Deixe de Conferir Essas DICAS Abaixo!!