Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

2018 pode ser o ano das mulheres na política

A mulher conquistou um espaço considerável na política, mas ainda está muito além do merecido e não por falta de oportunidades, mas talvez por falta de interesse em fazer parte da política. Um misto de decepção e medo de arriscar devido aos grandes escândalos na política pode ter sido responsável por desanimar algumas pessoas a disputar um cargo, inclusive as mulheres, mas 2018 pode ser a grande oportunidade de transformar o quadro político do país com a entrada de novos nomes, como é o caso da engenheira agrônoma Celina Harumi (PV), de Paraguaçu Paulista no interior de São Paulo que decidiu lançar-se como pré-candidata a deputada estadual pela primeira vez.

Descendente de japoneses, a sua história não é igual a de todos os imigrantes japoneses que chegaram ao Brasil. A rota traçada pela família para chegar até aqui seguiu um roteiro diferente, passando antes pelos Estados Unidos. No Brasil, ela construiu sua história pessoal e profissional, apesar de todas as barreiras enfrentadas. “Minha família veio dos Estados Unidos, na década de 20, com um grupo de outros descendentes de japoneses que lá viviam. Resolveram imigrar para o Brasil devido a vida por lá não ser fácil por conta da discriminação racial”, conta Celina Harumi.

Ela lembra que foi através do avô materno Tokow Yamada que a família veio para o Brasil. A maioria dos imigrantes japoneses que vivem no Brasil vieram para trabalhar nas lavouras de café como colonos, diferente do que aconteceu na Bunka, que vieram como proprietários das terras adquiridas. Acreditando poder contribuir com seu estado e país, ela anunciou sua pré-candidatura a deputada estadual pelo PV de São Paulo.

Formação

Celina Harumi é formada em Engenharia Agronômica pela Escola Superior de Agronomia de Paraguaçu Paulista (SP). É pós graduada em Gestão Agroambiental pela FAEF/IAC. Em seu currículo constam Pós Graduação em Desenvolvimento Rural Sustentável, Agroecologia e Agricultura Familiar – MDA/Unincor, Licenciatura plena em Agronomia – Unisalesiano e Pós Graduação em políticas públicas.

Ela estáenvolvida em diversos projetos culturais e comunitários na região de Paraguaçu Paulista e resolveu entrar para a política para poder ampliar sua atuação social e representar os interesses de sua comunidade.

COMENTE!