A Polícia Civil do município de Aquidabã (SE), na Região do Baixo São Francisco, concluiu uma investigação em que um aposentado de 67 anos é suspeito de abusar garotos de 11 e 12 anos, desde março de 2016. De acordo com o delegado Wanderson Andrade, que conduziu as investigações por duas semanas, o aposentado atraía às vítimas para a casa dele, onde cometia os abusos.

Os meninos declararam a polícia que em troca do sexo e do silêncio recebiam celulares, dinheiro, lanches, sandálias e até bebidas alcoólicas. “Ele constrangia os garotos, afirmando que se parassem de ir à casa ou se falassem algo a alguém, iria matá-los. Ademais, enquanto tinha relações com um menor, obrigava outro a assistir todo o ato”, conta o delegado.

O delegado informou que o inquérito foi instaurado após colher o depoimento das vítimas e só então foi decretada a prisão preventiva, por meio de mandado de busca e apreensão. “Na casa do suspeito encontramos várias camisinhas, celular contendo o contato de um dos menores e anotações. Levado à delegacia, ele confessou que manteve, durante pouco mais de um ano, relações ilícitas com pelo menos cinco garotos, dois dos quais contam 11 e 12 anos de idade”, acrescenta o delegado Wanderson.

A confissão foi filmada pelo delegado e vai ser entregue ao Ministério Público, para instruir a ação penal.

G1/Se

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR
Músico,Jornalista, Repórter do Programa Voz da Cidadania..