A pesca do mero que é um peixe ameaçado de extinção está proibida por portaria do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) desde 2002 por ser uma espécie de reprodução lenta. Como se trata de um animal dócil e de fácil captura, era conhecido por ser bastante visado pelos pescadores que procuravam de um peixe com carne farta e que também serve como ‘troféu’ .

O ator Henri Castelli foi duramente criticado na última sexta-feira, 11, ao postar uma foto de uma pescaria. Na imagem, ele aparece em uma moto com um peixe na garupa, identificado por muitos como sendo da espécie mero.

“Pra depois ninguém falar que é papo fiado. Taí a prova do dia!!”, dizia a legenda da publicação feita por Castelli, já apagada, que encerrava com a hashtag #vidadepescadornãoéfácil.

“Matou um animal em extinção! Parabéns!”, ironizou um dos internautas no post original, que já foi excluído. A foto foi recuperada por defensores dos direitos animais e outros internautas repreenderam o ator nas mídias sociais dele. “E ai? Agora vai matar uma onça? Ou quem sabe um elefante”, disse uma das pessoas que o criticavam.

 

Veja abaixo a foto polêmica postada pelo ator:

Em acordo com a Lei de Crimes Ambientais, foi lavrado auto de infração no IBAMA contra o ator no parágrafo 4º do artigo 29, que pune a pesca ou caça de animais considerados em extinção e uma multa de R$ 5 mil foi estipulada. Ele ainda pode ser penalizado com detenção de até um ano e meio caso a Justiça apresente denúncia.

Izaque Vieira / Redação Portal Sou de Sergipe

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR