fbpx
Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

Bancos digitais: como escolher o melhor?

Desde o surgimento das fintechs no Brasil há cerca de 10 anos, a transformação dos bancos vem acontecendo em ritmo acelerado. As startups do setor financeiro deram início aos bancos digitais em um mercado dominado por instituições tradicionais.

Os bancos digitais, inclusive, estão fazendo com que os bancos tradicionais invistam no digital. Isso está levando o mercado bancário a se desburocratizar e oferecer excelentes opções de serviços para os usuários. O Itaú Previdência é um exemplo de solução previdência privada que pode ser feita digitalmente por meio do processo de portabilidade do investimento.

O que é um banco digital?

Um banco digital é uma instituição financeira que funciona 100% online, ou seja, não tem agência para atendimento presencial. Tudo o que o usuário do banco precisa resolver, deve ser feito pelo atendimento via site e aplicativo.

Com isso, abrir uma conta ficou muito mais fácil. Basta preencher um cadastro simples, enviar fotos de documentos e esperar a aprovação, que na maioria das vezes, leva apenas alguns minutos e pronto! Conta criada!




Da abertura da conta até qualquer dúvida ou problema, o usuário deve recorrer ao atendimento virtual do banco. Os bancos digitais surgiram atacando os principais pontos de descontentamento do público com os bancos tradicionais, oferecendo soluções ágeis para desburocratizar a relação das pessoas com o dinheiro e dar fim às tarifas abusivas dos bancos.

Confira abaixo as principais características de um banco digital:

100% online

Os bancos digitais oferecem suporte online 24/7 para seus usuários. Qualquer questão pode ser tratada via aplicativo ou site do banco. Essas instituições também possuem call centers prontos para solucionar os problemas dos clientes em uma ligação simples. Dessa forma, o cliente não sentirá nenhuma falta das filas da agência.

Inclusão bancária

Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística existem cerca de 55 milhões de pessoas que não possuem conta em banco no Brasil. Nesse ponto, os bancos digitais aparecem com impulsores da inclusão bancária.

Com uma proposta simples e acessível, muitas pessoas estão aderindo aos bancos digitais para lidar o seu dinheiro de forma segura e prática.

Sem tarifas e sem burocracia

Com funcionamento simples e plataformas intuitivas, os bancos digitais são responsáveis pela desburocratização do mercado financeiro. A maior parte deles isenta seus clientes de todas ou da grande maioria das taxas cobradas em bancos tradicionais. Os usuários não pagam anuidade de cartão, taxa de manutenção de conta, taxas de saque, entre outras.

Como escolher um banco digital?

A escolha de um banco digital que atenda às suas necessidades é importantíssima. Afinal, é preciso reiterar que todo o contato é online, então é necessário estar por dentro de tudo sobre a instituição antes de abrir um conta.

Confira abaixo quais são os principais fatores que devem ser considerados na hora da escolha:

Interatividade e transparência

Um banco digital deve ter plataformas intuitivas, onde o usuário consiga interagir com os principais produtos de uma forma simples e transparente. O correntista deve ter total controle as ações realizadas junto ao banco, podem conferir e aproveitar todos os serviços que o banco lhe oferece.

Atendimento qualificado

Como dissemos no texto, bancos digitais não possuem agências físicas, logo tudo é resolvido pela internet. Então, é fundamental que você busque saber da qualidade do atendimento do banco antes de abrir uma conta.

A dica é checar a reputação dos bancos em sites como o Reclame Aqui, por lá você pode ter acesso a nota e as avaliações dos usuários sobre as instituições. Dessa maneira, você consegue ter uma noção mais concreta da qualidade e dos defeitos no atendimento do banco.

O ideal é que você escolha um banco digital que se destaca por dar respostas rápidas e consistentes e que foque em resolver qualquer problema ou tirar qualquer dúvida no menor tempo possível. O banco também precisa estar disponível no regime 24/7, já que você pode precisar dele a qualquer momento.

Taxas

É uma característica comum dos bancos digitais isentar os seus clientes da maioria das taxas de serviços. Porém, é preciso ficar atento e buscar descobrir quais são as taxas cobradas pelos bancos. Relacione as cobranças com o seu perfil de cliente. Se você realiza muitos saques no mês, por exemplo, veja se há cobrança de taxa para isto.

Se você quer realizar empréstimos ou financiamentos num futuro próximo, veja quais são as opções que o banco lhe oferece e quais são as taxas cobradas.

Opções de investimentos

Os bancos digitais trouxeram ao mercado, a possibilidade de investir além da poupança. A maior parte deles possui um leque de opções de renda fixa e variável. Então, se você já é ou quer se tornar um investidor, cheque as opções que o banco digital pode lhe oferecer.

Parcerias

Se você gosta de viajar ou de comprar com desconto, você também pode considerar as parcerias dos bancos digitais. Muitos já possuem programas de milhas próprios e sistemas de cashback na compra em parceiros.

Escolher um banco digital requer um pouco de estudo. Pesquise e compare as opções de mercado, antes de escolher o seu novo banco.

COMENTE!

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Consulte Mais informação

Política de Privacidade e Cookies
%d blogueiros gostam disto: