fbpx
Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

Belivaldo diz que estado vai precisar de R$ 11M de reais para insumos, equipamentos”

Nesta quarta-feira (18), o governador Belivaldo Chagas concedeu entrevista à Rádio Fan FM, para esclarecer as ações realizada pelo governo do Estado para contenção do novo coronavírus (Covid-19) em Sergipe. De acordo o governador, até a terça-feira (17), às 20h30, a informação é de 5 casos confirmados, 12 descartados e 15 suspeitos.

O governador ressaltou que é um momento de apoio da sociedade, e que irá fazer reunião com os todos os poderes, sindicatos, segmentos representativos. “Nós estamos fazendo tudo que entendemos necessário para esse primeiro momento. À proporção que os casos forem aumentando, vamos revendo as posições. As sugestões mais diversas possíveis estão sendo avaliadas”, declarou Belivaldo.

Belivaldo destacou ainda o decreto assinado nesta segunda-feira (16), com as principais medidas para contenção do novo coronavírus (Covid-19. Por meio do decreto de situação de emergência na saúde pública no Estado de Sergipe, dentre outras ações, ficam suspensos todos os eventos públicos de qualquer natureza que participem mais de 50 pessoas em ambientes fechados, ou 100 em ambientes abertos, ainda que previamente autorizados, tais como eventos desportivos, shows, passeatas, feiras, eventos científicos ou escolares, comícios, dentre outros.

Segundo o governador, o decreto foi resultado das informações sobre os últimos casos registrados, e após reunião com a Prefeitura de Aracaju e secretários de saúde e representantes de outras entidades. “Fizemos uma minuta de decreto que seria pulicado no dia seguinte. Mais tarde, soubemos de mais quatro casos confirmados e decidimos nos reunir novamente e refazer o decreto, suspendendo as aulas, por 15 dias, além das visitas às unidades prisionais, com o intuito de proteger as pessoas”.

Belivaldo adiantou que dedicará grande parte do tempo no Governo para discutir estratégias de enfretamento do coronavírus. E que irá discutir a possibilidade de reservar o HPM para receber pacientes “É um hospital que está fechado, mas tem condições de recebe leitos de UTI”, declarou.




Sobre recursos para ações de contingenciamento, o governador disse que o governo Federal enviou cerca de R$4 milhões e 400 mil reais, como reforço para o atendimento de alta complexidade. “Ontem conversei com os governadores integrantes do Fórum dos Governadores do Nordeste, e decidimos encaminhar uma carta ao presidente da República, com pontos que entendemos como necessários para enfrentar a questão do coronavírus, não apenas no aspecto saúde, mas também no aspecto econômico financeiro. Todos os estados terão queda na arrecadação, vai ser uma verdadeira tragédia no campo financeiro. Em termos de necessidades de recursos para os próximos 90 dias, nós fizemos um levantamento em que, só Sergipe, no próximos 90 dias, vai precisar de R$ 11milhões de reais para insumos, equipamentos” .

O governador defendeu a utilização dos recursos no enfrentamento da doença. “A área da saúde será prioridade, das prioridades. Eu tinha uma perspectiva para dar três ordens de serviços para o inicio das obras da Orla Sul. Duas já estão adiadas. Vou manter uma única ordem de serviço. O momento agora é de conter recursos para que eu não tenha que depender do que virá do governo Federal”, disse ainda que, “precisamos de medidas no campo econômico para enfrentar. Sergipe compromete cerca de R$ 30 milhões de reais por mês para o pagamento de sua dívida de empréstimos. Nós estamos propondo ao governo Federal que suspenda até dezembro, o pagamento para os estados e depois realize uma renegociação”.

Fonte ASN

COMENTE!