Motoristas que trafegam pelas rodovias SE-230 (Rota do Sertão), que faz limite com os municípios de Monte Alegre de Sergipe e Canindé do São Francisco e a Rodovia SE-317 que liga Monte Alegre a Porto da Folha reclamam das péssimas condições do asfalto.

Os motoristas passam com dificuldade nesses dois trechos, já que precisam fazer muitos desvios. Quem tem mercadoria para carregar se prepara para o pior. “Tem que ir devagar porque corre o risco da corda estourar e também prejudica a suspensão do carro”, diz o senhor José Luiz, motorista de caminhão.

Às margens da estrada está sendo comum encontrar calotas jogadas, o que indicam que os motoristas saem no prejuízo. “Fica muito perigoso porque a gente tenta desviar de um buraco e cai em outro. E pode bater em outro carro. Passamos por esse transtorno todos os dias”, conta a motorista de transporte de passageiro Ildo dos Santos.

Um trecho bastante crítico é na saída de Monte Alegre para Canindé, onde um grande buraco se formou causando até uma forte possibilidade de acidentes e também o trecho nas proximidades do trevo que liga Monte Alegre a Porto da Folha.

Muitos moradores pedem que a situação seja resolvida pelas autoridades competentes.

 

Izaque Vieira/ Redação Sou de Sergipe

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR