outubro26 , 2021

    Carnes são apreendidas em feiras livres da capital

    Veja também

    URGENTE: Motorista de ambulância sofre atentado no município de Maruim

    De acordo com informações, na manhã desta terça-feira, um...

    Polícia Civil inicia investigações sobre supostos maus-tratos contra animais em Aracaju

    Após denúncias encaminhadas à Delegacia de Proteção Animal e...

    Preços de gasolina e diesel aumentam hoje nas refinarias

    Os preços da gasolina e do óleo diesel vendidos...

    Foram registrados 18 novos casos de Covid-19

    A Secretaria de Estado da Saúde, através do boletim...

    COMPARTILHE

    - Advertisement -

    Na manhã desta terça-feira (19), Ministério Público Estadual, fiscais da Vigilância Sanitária, Empresa Municipal de Urbanismo (Emsurb) e Empresa de Desenvolvimento Agropecuário (Emdagro) percorrem as feiras livres da capital para fiscalizar, notificar e recolher os produtos comercializados de forma irregular.

    O alvo dessa ação são as carnes e a origem delas. A equipe tem uma lista de 32 feiras para serem fiscalizada. Os fiscais vão exigir o selo de procedência dos produtos de origem animal.

    Por volta das 8 horas, na feira do Bairro São José, as primeiras carnes irregulares foram apreendidas. “A gente recomenda que a população não compre este tipo de produto, sem saber a origem, que pode trazer prejuízos a saúde delas”, alerta a promotora Euza Missano.

    A ação foi acertada durante reunião no Ministério Público Estadual, no início do mês, quando foi discutida a exigência do uso de balcões de refrigeração pelos feirantes. O prazo para essa adequação foi estendido para o dia 10 de agosto, mas a fiscalização foi mantida.

    - Advertisement -

    G1 Sergipe