O laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou o que todos já esperavam, a morte de Kamilla Rocha Melo, foi causada por espancamento. O delegado Jorge Eduardo, da delegacia regional de Glória, informou que o inquérito policial que já contém mais de 200 páginas  com o parecer, já caminha para ser concluído.

O fato ocorreu há pouco mais de um mês: Kamilla sofria de uma disfunção hepática rara, chamada “budd chiari ”, e acreditava-se que o problema poderia ter causado sua morte. No entanto os policiais da Regional de Nossa Senhora da Glória, receberam denúncias de que a jovem teria sido espancada.

Após as denúncias o corpo foi encaminhado para o IML onde foi constado que havia fraturas na lombar, na costela e no nariz, além de outras lesões internas e externas.

Douglas Aragão Oliveira, vem negando a autoria do crime, mas para a polícia não há nenhuma dúvida. O acusado está detido na delegacia de Glória.

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR

Músico,Jornalista DRT 0002304/SE, Repórter do Programa Voz da Cidadania e apresentador do Programa Expressão Livre.