Policiais da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) cumpriram nesta segunda-feira, 4, mandado de prisão e levaram preso o terceiro e último elemento suspeito de participação na morte da adolescente Michelle de Jesus, 13. A garota foi estuprada e morta por asfixia há um mês em uma escola abandonada no conjunto Albano Franco, em Nossa Senhora do Socorro. Carlos Tadeu Sales Amaral, 27, negou a participação no crime.

No último dia 17, foram presos dois envolvidos no estupro e morte da adolescente: Maiane Cristina Santos Melo, de 21 anos, e William Jesus Santos Silva, 18 anos. Os dois foram localizados em Nossa Senhora do Socorro. Ele estava na casa de um parente no Conjunto Maria do Carmo. Já a mulher, foi localizada no Marcos Freire 2.

Na ocasião da prisão, Willian disse em depoimento, que Maiane havia matado a garota por ciúmes e que Carlos Tadeu, havia segurado a menina para a prática do estupro e morte. Maiane e Carlos Tadeu negaram.

As investigações do caso estão com o delegado Antônio Sérgio que, depois de ouvir Carlos Tadeu, o encaminhou para uma outra delegacia que não foi divulgada.

Participaram da operação comandada pelo delegado António Sérgio os policiais civis Heracliton, Paulo Sérgio, Thiago e Aliadni.

 

Com informações de Sandoval Siqueira

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR

Músico,Jornalista DRT 0002304/SE, Repórter do Programa Voz da Cidadania e apresentador do Programa Expressão Livre.