Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

Como monitorar seus filhos usando a função keylogge

Se para quase todas as pessoas adultas o celular se tornou uma ferramenta indispensável, para crianças e jovens ele significa ainda mais.

Essa geração cresceu com esses aparelhos e aprendeu a usá-los bem cedo. A habilidade com que muitas crianças utilizam celulares e tablets deixa qualquer adulto impressionado.

Infelizmente, porém, isso também trouxe consequências negativas. Além da exposição exagerada, muitas crianças e jovens também tem sofrido bullying virtual, e elas quase sempre evitam comentar esse assunto com seus pais.

Outro problema preocupante é o possível contato com pessoas maliciosas, que escondem sua verdadeira identidade e buscam contato com menores de idade.

Uma forma de proteger os filhos desses perigos, que tem sido usada com sucesso por um número cada vez maior de pais, é a função keylogger. Mas o que é essa função e como ela pode proteger seus filhos?

O que é a função keylogger e  app espião snapchat?

Aplicativos ou programas de monitoramento são amplamente usados para proteger jovens e crianças dos perigos da internet. Dentre suas muitas opções de proteção está a função keylogger.

Basicamente essa função grava todas as teclas digitadas no aparelho, como sites visitados, conversas em redes sociais ou mensagens e assim por diante. Apesar de ser uma função muitas vezes usada para fins criminosos (como obter senhas), seu uso dentro de aplicativos de monitoramento é perfeitamente legal.

O objetivo é ajudar os pais a saber quais são as informações buscadas e acessadas por seus filhos. Com essa informação em mãos, os pais podem protegê-los de sites impróprios e perceber se alguém está se comunicando com seus filhos com objetivos errados.

Agora que entendemos o que é a função keylogger, é preciso compreender como usá-la de forma correta.

Como usar a função keylogger para proteger meus filhos?

A primeira informação que os pais precisam saber é que essa função não poderá ser detectada pelo usuário do aparelho, nesse caso, seus filhos. Com a função keylogger ativada, o programa de monitoramento captura todas as teclas digitadas (na ordem correta) e as armazena para serem lidas depois.

Sabendo disso, é importante destacar também que a instalação pode ser mais difícil se o programa de monitoramento exigir acesso físico ao aparelho alvo. Se isso não for necessário, é muito mais simples saber o que seu filho digita e procura na internet, sem que ele saiba que está sendo monitorado.

A simplicidade também é importante ao acessar as informações gravadas, que devem estar disponíveis a qualquer momento e de forma remota. Isso garante que qualquer preocupação dos pais possa ser sanada imediatamente.

Depois de instalado, é necessário entender quais informações podem ser monitoradas pelo programa. Basicamente, qualquer aplicativo com a função keylogger vai gravar o que for digitado em mensagens de texto ou em programas como WhatsApp, Facebook e outras redes sociais mais comuns.

Além disso, programas mais sofisticados também combinam outras funções, como:

·         Lista de contatos

·         Entradas e marcações no calendário

·         Lembretes

·         Fotos

·         Vídeos

·         Áudios

·         Chamadas feitas ou recebidas

·         Localização em tempo real

Conclusão

A internet abre muitas portas, especialmente para uma geração que nasceu numa era digital. Mas isso não significa que os pais precisam deixar seus filhos sozinhos em meio a tantas informações perigosas.

Todas as funções que um programa de monitoramento pode ter, como citadas acima, podem ser usadas em conjunto com a função keylogger. Isso gera uma proteção muito maior para crianças e jovens, pois adiciona vários níveis de controle parental.

Com essa proteção, os pais terão a tranquilidade de saber que seus filhos estão seguros e protegidos.

COMENTE!