OS RUMOS DE CANINDÉ

Comenta-se na cidade de Canindé que a morte do Orlandinho Andrade eleva a possibilidade do enfraquecimento político do grupo de situação. O falecido prefeito era a base de sustentação do grupo e não deixa herdeiro político porque, segundo relatos, seu irmão Kaká Andrade, não tem carisma com eleitorado de Canindé.

NOVO E GRANDE DESAFIO

Ednaldo da Farmácia tentou ser eleito prefeito em 2012, mas foi derrotado pelo pastor Heleno. O tempo passou e quis o destino que o empresário assumisse a prefeitura decorrente de uma situação trágica. Ednaldo é um homem de sucesso no ramo empresarial, tem carisma com a população e pode se fortalecer politicamente se realizar um bom trabalho como prefeito. Era o desafio que faltava na vida do político.

VÁLVULA DE ESCAPE

Se Ednaldo fizer uma boa administração terá também a oportunidade de entrelaçar todos os personagens envolvidos no projeto de Orlandinho e aparecer como peça principal no grupo de situação.

Para isso, o mais importante, é manter uma posição firme como prefeito para que as decisões sejam tomadas obedecendo a sua hierarquia. De certa forma, como prefeito, ele tem a autonomia necessária para executar. Talvez seja essa a válvula de escape do grupo com a lacuna do saudoso Orlandinho Andrade.

POSSE

O novo prefeito foi empossado em cerimônia simples na Câmara de Vereadores de Canindé na manhã desta terça-feira (07). Mesmo de luto, Ednaldo teve que ser oficialmente elevado ao cargo de prefeito para o cumprimento de atos administrativos.

 

VEJA ESSA!

O ex-prefeito de Canindé, Heleno Silva, já trabalha na possibilidade de montar um chapão no PRB. O pastor quer 20 nomes disputando as cadeiras da ALESE.

E ESSA!

Dizem as más línguas que Heleno está esperando a “tempestade” passar para decidir de vez se fica ou não no grupo de Jackson Barreto. Rola nos bastidores que o pastor teme ficar fora dos planos da situação no tocante ao senado da república. São vários nomes para poucas vagas!

SOLUÇÃO

Se de um lado está sobrando candidatos, do outro está faltando nomes. Talvez Heleno esteja raciocinando sobre a facilidade de ser candidato ao senado pela oposição. De fato, o pastor tem mais oportunidades para almejar o senado estando com os Amorins. Se continuar com Jackson, pode sobrar, talvez, uma cadeira na câmara federal.

Welder Ban | Panorama Político
Uma análise da política sergipana como ela deve ser: sem censura.

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR
Jornalista DRT/SE 1794, Locutor e Apresentador da Xodó FM 89,9 e 88,5; Bacharelando em Direito.