Escolher uma TV nova não é uma tarefa muito fácil. É preciso analisar quesitos como qualidade de imagem, som, resolução, entre várias outras coisas diferentes. E também software. Afinal de contas, em tempos de consumo de mídia vinculado à internet, é importante que a sua TV tenha acesso bom a serviços como YouTube e Netflix.

Existem muitos sistemas operacionais diferentes para Smart TVs, o que dificulta ainda mais a escolha. Ou talvez não – você pode deixar isso de lado e apostar em um Chromecast. Abaixo separamos algumas coisas que o Chromecast faz melhor do que muitas das Smart TVs.

1. Simplicidade

O Chromecast é extremamente simples: conecte à porta HDMI da TV e a alguma fonte de energia (tanto uma das portas USB da TV quanto uma tomada), configure a sua rede Wi-Fi e pronto, é só usar.

Smart TVs podem ser mais complexas em alguns casos. No Chromecast, os apps não precisam ser instalados, já que você dá o comando pelo smartphone e ele abre o app específico. Nas Smart TVs, talvez você tenha que passar um tempo até encontrar o app da Netflix para começar a ver um vídeo.

2. Controles

Como dissemos anteriormente, o Chromecast é controlado pelo smartphone, ou pelo PC. Por isso ele é bem mais fácil de ser usado do que Smart TVs convencionais, com controles nem sempre intuitivos.

Recursos como reconhecimento de voz não funcionam perfeitamente, então buscar o vídeo que você quer no YouTube é um pouco mais difícil na Smart TV. Já tentou digitar usando o controle da TV? Não é muito prático.

No Chromecast, você pode buscar o vídeo pelo app do YouTube, tocar no ícone do Google Cast e pronto, ele começa a ser reproduzido na TV. Todos os controles aparecem na tela do smartphone depois: pausar, parar, ir para o próximo vídeo, avançar. Além disso, com o app Google Home, você consegue controle total sobre o que está sendo transmitido no dispositivo.

O protocolo Google Cast também é compatível com algumas Smart TVs, mas você precisa descobrir se o modelo que você quer comprar vai funcionar bem com isso, então acaba sendo mais vantajoso apostar em um Chromecast.

3. Compatibilidade e atualizações

Como existem muitos sistemas operacionais diferentes para TVs, o mercado fragmentado dificulta o desenvolvimento de apps. Às vezes um app deixa de funcionar com determinada plataforma e aí quem usa Smart TV com essa plataforma perde o acesso a ele.

O Chromecast soluciona esse problema: ele é compatível com apps que tenham suporte ao protocolo Google Cast, e ele continua recebendo atualizações do Google até hoje, o que não deve parar tão cedo.

Então é mais garantido que um Chromecast continue sendo compatível com Netflix, YouTube e mais nos próximos anos, e não dá para dizer que todas as plataformas de Smart TVs também vão continua rodando esses apps no futuro.

Além disso, novos recursos nem sempre chegam imediatamente a apps de Smart TVs, diferentemente do Chromecast, que ganha a novidade assim que ela é disponibilizada no smartphone ou na versão web.

4. Preço

Em um primeiro momento, comprar uma Smart TV e um Chromecast não soa como uma ideia muito econômica, já que além do preço da TV você vai precisar desembolsar mais uma grana pelo dispositivo do Google.

Mas, no geral, o Chromecast acaba sendo uma opção barata: ele é à prova do futuro, o que significa que mesmo que o software da sua TV pare de ser atualizado, o Chromecast continuará, e ninguém vai precisar comprar uma TV nova com uma plataforma diferente depois que a atual parar de funcionar.

Além disso, ele também adiciona recursos de Smart TVs a TVs convencionais. Então se a sua TV atual ainda funciona bem e você só quer um jeito fácil de usar Netflix nela, ter um Chromecast sai bem mais em conta do que comprar um novo aparelho de TV.

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR