Donos de gatos percebem no dia a dia que seus animais são cheios de personalidade e, muitas vezes, podem ser bem temperamentais, mesmo se criados repletos de mimos e carinhos. O que os “pais humanos” desses pets podem não saber é que a cor do pelo pode influenciar no comportamento do felino.

Cor do pelo do gato: significado

De acordo com um estudo realizado pela Universidade da Califórnia, EUA, a aparência de um gato guarda informações sobre seu comportamento. Através de uma série de experimentos, foi descoberto que os felinos que têm pelos brancos misturados com pretos, cinzas e marrons costumam ser mais selvagens e podem exibir maior agressividade.

Os animais foram submetidos a diferentes situações, com estímulos positivos e negativos, durante interações diárias em tratamentos e em visitas ao veterinário.

Os resultados permitiram criar um estereótipo de gato agressivo e levaram a conclusão de que os gatos pretos, contrariando o mito popular, são os mais pacíficos, assim como os cinzas e os malhados.

O estudo, que contou com a avaliação de 1.274 gatos domésticos e seus donos, também constatou que as fêmeas de cor branca, alaranjada, preta e branca ou cinza e branca tendem a serem mais temperamentais.

De acordo com os pesquisadores, a maior agressividade observada em gatos que não são de uma cor só pode ser resultado de modificações genéticas que ocorreram ao longo de milhares de anos com a mistura entre as raças.

A pesquisa ressalta, no entanto, que somente a cor do pelo do gato não é fator determinante de comportamento dócil ou agressivo. Trata-se de uma observação estatística que também está relacionada a diversos outros fatores, como o ambiente em que os animais vivem, por exemplo.

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR