fbpx
Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

Coren-SE fiscaliza CSF de Graccho Cardoso a pedido do MP

Equipe constatou a procedência em pontos da denúncia, que serão repassados para que o órgão tome as medidas cabíveis

Atendendo a uma demanda do Ministério Público (MP), advinda de extensa denúncia, o Conselho Regional de Enfermagem de Sergipe (Coren-SE) realizou visita, no último dia 17/08, na Clínica de Saúde da Família (CSF) Nossa Senhora da Piedade, no município de Graccho Cardoso, em Sergipe.

A equipe do Coren-SE realizou levantamento situacional de riscos relacionados ao novo coronavírus (Covid-19) e ainda verificou que, sobre denúncia recebida pelo MP, havia, de fato, pontos procedentes, alguns deles de competência também de outros órgãos para serem apurados.

A equipe de fiscalização constatou que a CSF possui plano de contingência desatualizado e não é de conhecimento de todos os profissionais. Além disso, não há documentos formais sobre assistência dos pacientes Covid-19, e os treinamentos para situações relacionadas à pandemia apenas aconteceram próximo ao término de atendimento da clínica como unidade de referência para o novo coronavírus.

Verificou-se, ainda, que a instituição de saúde não disponibiliza apoio psicológicos para os profissionais e não possui política estabelecida para monitoramento e gerenciamento de funcionários suspeitos e/ou confirmados de Covid-19. Também não há enfermeiro Responsável Técnico (RT) no local.

Não suficiente, a unidade não tem máscaras cirúrgica, nem N95/PFF2, e, por este motivo, os profissionais recorrem à utilização de máscaras próprias. Também não foram disponibilizados óculos de proteção ou face shields (protetores faciais) para todos. E mais, os colaboradores de Enfermagem não foram treinados para coleta de swab e as máscaras cirúrgicas não são disponibilizadas para pacientes suspeitos de Covid-19.

Os funcionários da clínica, responsáveis pela higienização, também não foram treinados para atuar em consonância com os padrões recomendados e diretrizes para segurança contra a Covid-19. Além dos pontos citados nesta matéria, outros foram analisados e repassados ao Ministério Público para que sejam adotadas as medidas cabíveis.

 

Fonte: Ascom Coren-SE

COMENTE!

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Consulte Mais informação

Política de Privacidade e Cookies