outubro26 , 2021

    Corpo do desembargador Pascoal Nabuco é velado no Colina da Saudade

    Veja também

    URGENTE: Motorista de ambulância sofre atentado no município de Maruim

    De acordo com informações, na manhã desta terça-feira, um...

    Polícia Civil inicia investigações sobre supostos maus-tratos contra animais em Aracaju

    Após denúncias encaminhadas à Delegacia de Proteção Animal e...

    Preços de gasolina e diesel aumentam hoje nas refinarias

    Os preços da gasolina e do óleo diesel vendidos...

    Foram registrados 18 novos casos de Covid-19

    A Secretaria de Estado da Saúde, através do boletim...

    COMPARTILHE

    - Advertisement -

    O corpo do desembargador aposentado Manoel Pascoal Nabuco está sendo velado no Cemitério Colina da Saudade e será sepultado às 17 horas desta terça-feira, 19. O desembargador morreu no início da tarde desta segunda-feira, 18, de complicações respiratórias, aos 80 anos na cidade de Salvador (BA), onde estava internado havia um mês.

    Natural de Riachuelo/SE, passou a morar em Aracaju em 1948. Formou-se na Faculdade de Direito de Sergipe em 1961. Antes de ingressar no Ministério Público, como Promotor de Justiça, em 1980, Pascoal Nabuco foi prefeito de Estância, onde não concluiu o mandato por conta do regime militar. Ascendeu ao cargo de Desembargador do Tribunal de Justiça de Sergipe em 5 de agosto de 1996. Foi Corregedor-Geral de Justiça no biênio 1999-2001, quando criou a Vara de Penas Alternativas e a Central de Mandados; e Presidente do TRE/SE no biênio 2001-2003.

    Entre 2003 e 2005, foi presidente do Tribunal de Justiça de Sergipe, quando reformou o antigo prédio do TJ-SE, o Palácio Silvio Romero, na Praça Olímpio Campos, criando no local o Memorial do Judiciário; construiu o Arquivo Judiciário, instalou os Fóruns Integrados e realizou um grande concurso para o TJSE. Aposentou-se em agosto de 2007.

    Era casado com Maria Isabel Carvalho Nabuco d’Ávila desde 1966.

    - Advertisement -

    FAN F1.