farol_alto_sem_multa_soudesergipeEstá suspensa a cobrança de multa para quem trafegar com faróis desligados em todo o país. A decisão foi da Justiça Federal de Brasília que suspendeu nesta sexta-feira (2) a cobrança. A sentença, no entanto, é provisória e determina que a punição só pode ser aplicada quando as estradas tiverem sido sinalizadas. A União pode recorrer da decisão, porém ainda não foi notificada.
A lei federal entrou em vigor em 8 de julho deste ano e determina que o farol baixo seja usado em todas as rodovias, mesmo durante o dia. A infração é média, 4 pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 85,13. Em novembro, o valor deve subir para R$ 130,16.
A ação foi proposta pela Associação Nacional de Proteção Mútua aos Proprietários de Veículos Automotores (Adpvat), e a decisão favorável é do juiz Renato Borelli, da 20ª Vara Federal do DF.
No pedido, a associação afirma que a regra nova teria sido instituída com a “finalidade precípua de arrecadação”, o que representaria desvio de finalidade. A ação também se baseia no artigo 90 do Código Brasileiro de Trânsito, que diz que “as sanções previstas no código não serão aplicadas nas localidades deficientes de sinalização”.

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

FONTECom informações: Agência Brasil
COMPARTILHAR
Gladson Cardoso - Empresário, Profissional de Marketing de Rede, Jornalista DRT/SE 1.871