Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

DENÚNCIA: Durante blitz no sertão guarda teria cobrado R$ 500 em propina

A Companhia de Polícia Rodoviária Estadual (CPRV) é um dos órgãos que mais arrecadam dinheiro, principalmente no tocante ao governo do Estado.

São comuns alguns apelidos dados por populares relacionados à CPRV, o mais conhecido é “maquina de fazer dinheiro para o governo”.

O sertanejo vem sofrendo há vários anos com as constantes blitz realizadas por esse órgão que funciona praticamente como o apelido citado acima. E bastam chegar às campanhas eleitorais para os candidatos prometerem que essas blitz não serão constantes, pois segundo eles: “Os sertanejos já sofrem tanto e ainda tem que pagar altos impostos para manter sua motinha emplacada”.

Pois bem, já não bastasse pagar um dois maiores impostos do país, o sertanejo tem que se preocupar também com o dinheiro da PROPINA, para poder passar em algumas blitz quem sempre são feitas de surpresa.

Na tarde dessa sexta-feira (28), um ouvinte da Boca da Mata FM fez uma grave denuncia, onde foi abordado por um dos guardas que cobrou uma quantia de R$ 500,00 para que pudesse libera-lo. Entre uma negociação e outra o homem afirmou ter pagado R$ 100,00 para ser liberado.

Segundo ele a moto estava em dias e que apenas não estava portando os documentos na hora da abordagem.

OUÇA O ÁUDIO

Maycon Fernandes/Jornalista DRT 0002304/SE

COMENTE!