Servidores da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) procuraram o Portal Infonet para denunciar que a água distribuída para o consumo dos funcionários é insalubre, sem tratamento, e barrenta, oriunda de um poço em São Cristóvão.

De acordo com o funcionário, que pediu para não ser identificado, o diretor financeiro da empresa municipal, envia os galões através de um motorista, que traz as garrafas cheias e lacradas com sacolas plásticas e fitas adesivas. O reservatório seria localizado no sítio de um político do município. O denunciante alegou que há pessoas ficando até doentes por causa da ingestão da água.

Servidores da Emsurb alegam beber água contaminada (Foto: Denúncia)

Ao ser procurado pelo pelo Portal Infonet, o presidente do Sindicato dos Empregados da Administração Indireta do Município de Aracaju (Seame), Cláudio Leite, confirmou com outros trabalhadores a informação, e acrescentou que existe uma diferenciação no tratamento dos funcionários. “Me informaram que quem trabalha em outros setores, por exemplo, recebe água limpa, devidamente lacrada, ou em copos. Essa água vai para os servidores do baixo escalão. Amanhã iremos questionar a direção e, a depender, podemos entrar com uma ação no Ministério Público do Trabalho (MPT)”.

O assessor de Comunicação da Emsurb, Augusto Aranha, disse que a empresa desconhece a situação e que normalmente é comprado um alto volume de água para atender os trabalhadores. “Estamos surpresos. Vamos aguardar a formalização da denúncia por parte do sindicato para averiguar a irregularidade e tomar as devidas providências”.

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

VIAVictor Siqueira
FONTEInfonet
COMPARTILHAR