Brasil

Essencial para a saúde dos pets, aminoácido taurina retarda envelhecimento e reforça sistema imunológico

Taurina é um aminoácido essencial para os cães e gatos. No organismo, ela pode ser encontrada em diferentes tecidos e órgãos, auxiliando diretamente no fortalecimento do coração e dando suporte ao fluxo sanguíneo saudável, além de ter efeito antioxidante nas membranas celulares e atrasar o envelhecimento. “Ao contrário dos cães, gatos não possuem a capacidade de sintetizar a partir da cistina e metionina, de forma suficiente para a demanda metabólica. Portanto, adicioná-la aos alimentos dos gatos é de suma importância”, explica a médica veterinária Mayara Baller, executiva de vendas externas Pet/Acqua da MCassab Nutrição e Saúde Animal.

Na natureza, a taurina está presente somente em alimentos de origem animal, como carne e aves, especialmente vísceras, como fígado, coração e rim, frutos do mar e ovos. No entanto, é difícil obter a quantidade diária recomendada apenas com a dieta. E, por se tratar de um nutriente essencial, principalmente para gatos, a suplementação desse aminoácido é encontrada em sua forma sintética no mercado, geralmente bastante utilizado pela indústria na fabricação de rações.

“Temos observado que a humanização de pets leva tutores a proporcionar experiências alimentares diversas para os seus animais. Essas dietas geralmente são produzidas pelos tutores em casa, sendo caseiras ou mix feeding –  alimento caseiro com a ração – e dificilmente acompanhadas por um profissional (médico veterinário ou  zootecnista). E é aí que mora o grande perigo: será que essas dietas atendem as necessidades nutricionais de cada animal, em cada fase de vida? Sozinhas, na grande maioria das vezes essas refeições não são suficientes, o que pode gerar deficiência de determinados nutrientes, como a taurina”, alerta a especialista da MCassab.

A deficiência de taurina no organismo pode causar uma série de problemas, entre eles disfunção imunológica, perda de audição, degeneração da retina central até completa cegueira (nos felinos) e também Cardiomiopatia Dilatada (CMD), doença degenerativa do músculo cardíaco.

As dietas desbalanceadas estão entre as principais causas para essa carência. Segundo a especialista da MCassab, é importante que o tutor, responsável pela alimentação do animal, ofereça refeições completas, além de providenciar suplementação adequada de acordo com as exigências nutricionais relacionadas a idade e raça.

“Se você acredita que usar uma dieta com proporções entre fontes de origem animal e vegetal, sem levar em consideração as necessidades nutricionais dos animais, você está cometendo um grande erro. E este erro pode prejudicar a saúde do seu pet. Por isso, é importante sempre estar atento aos rótulos dos produtos oferecidos, certificando-se que ali estão os nutrientes necessários. Além de, claro, sempre consultar um profissional da área”, complementa.

A qualidade do suplemento presente do produto também é determinante para a saúde do animal. A MCassab, presente no mercado de nutrição animal há 50 anos, oferece matérias-primas cuidadosamente selecionadas para diferentes segmentos da indústria PetFood, inclusive taurina. “A indústria PetFood possui altos padrões de qualidade. Por isso, não abrimos mão de entregar soluções seguras desde as matérias-primas até os produtos acabados, proporcionando um alimento final de qualidade para o animal e, dessa forma, com maior eficiência nutricional”, finaliza Mayara Baller.

Você pode gostar

Comments are closed.