Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

EXPOAFRO: Feira de Cultura Afro Sergipana, acontece ainda neste mês de outubro em Sergipe

A 2ª edição da EXPOAFRO, acontece na cidade de Aracaju nos dias 25,26,27

A Feira de Cultura Afro Sergipana/EXPOAFRO, é um evento que busca valorizar a população negra, voltando-se para as questões ligadas ao desenvolvimento social, cultural e econômico da população.

Nesta edição de 2019, a temática será “Cultura Afro e Econômia Criativa”, onde toda a programação será voltada para atender o tema central do evento. A Feira Cultural, busca valorizar bastante a cultura como um todo, trazendo o mais diferentes tipos de artes que fazem parte da cultura deste povo.

 

Uma novidade muito especial é que ocorrerá o lançamento da 1ª Coletânia de Músicas de Bandas de Reggae de Sergipe, onde no cd irá conter 10 canções inéditas de bandas sergipanas entre outras atrações.

Neste ultimo sábado, Pedro Neto que é um dos principais organizadores do evento, esteve reunido no Quilombo Mocambo, interior de Porto da Folha para falar sobre a importancia do projeto.

“Me sinto bastante emocionado, pois há muito tempo venho lutando juntamente com amigos para valorizar nosso povo, mostrando o que há de melhor nessas Comunidades Quilombolas. Comentou Pedro Neto.

Segundo Pedro Neto, este ano a programação vai contemplar : Feira de produtos, gastronomia, apresentações culturais, dança, mostra de vídeos, espetáculos teatrais, exposições de artes visuais, e oficinas voltadas para a economia criativa e empreendedorismo afro, debates e palestras para a reflexão e empoderamento, todos selecionados pelas curadorias.

Ainda segundo ele, os criadores, produtores e empreendedores negros espessos irão expor e comercializar produtos e serviços e em relação a parte musical, será 100% com as bandas de reggae de Sergipe.

A feira é realizada através da produção da Casa das Áfricas, através do apoio cultural da Prefeitura de Aracaju, Fundação Aperipê, Funcaju, Vereador Professor Bitencourt, EMSURB, SINDIFISCO, Casa Velha, Centro Cultural de Aracaju entre outros parceiros.

O evento acontece com a participação especial dos agricultores, artistas dos Quilombos da resistencia que irão mostrar a sua verdadeira identidade através da apresentação dos mais variados tipos de artes que a população negra de Sergipe desenvolve.

Izaque Vieira / Redação Portal Sou de Sergipe

COMENTE!