woman with hat relaxing in a hammock at a beautiful beach

Com dez feriados nacionais prolongados em 2017, os viajantes de plantão já estão a todo vapor com o planejamento de suas férias e escapadas. Obviamente já demos centenas de dicas super úteis por aqui, mas, sempre que possível, fazemos questão de reforçar algumas e compartilhar com você, que já está programando o merecido descanso com a família, amigos ou até mesmo a dois. Assim, você não vai se esquecer de dar atenção até mesmo aos menores detalhes para que o seu passeio seja agradável, evitando assim, possíveis contratempos.

O pessoal da ASSIST CARD, elaborou esta listinha com dez dicas para que os passageiros se mantenham seguros e aproveitem ao máximo suas viagens ao longo de 2017. Confira!

  1. Faça um planejamento

Organização é imprescindível para uma viagem tranquila. Prepare um cronograma completo com toda a logística, desde o trajeto ao aeroporto até o retorno para a casa. Analise os destinos e pesquise sobre costumes, cultura, gastronomia e segurança local para evitar “saias justas”.

  1. Confirme suas reservas

Antes de reservar a hospedagem, observe características como a localização do hotel, as facilidades e segurança do entorno. Caso não tenha fechado diretamente com o estabelecimento, entre em contato para confirmar a sua reserva, o que também é válido para os passeios e excursões.

  1. Verifique os documentos

Países do Mercosul liberam a entrada de brasileiros apenas com o RG – mas a data de emissão não pode ultrapassar dez anos. Para outros países é necessário ter o passaporte válido. Verifique ainda a necessidade de vistos. Faça cópias de todos os documentos e não ande com os originais.

  1. Contrate uma assistência em viagem

A ASSIST CARD oferece o plano adequado para diferentes perfis de viajantes e tipos de viagem. Há desde cobertura para possíveis imprevistos, como auxílio médico, odontológico e assessoria jurídica, até apoio com bagagens extraviadas e voos atrasados.

  1. Segurança da casa

Se toda a família irá viajar, não descuide da segurança do imóvel. Verifique travas de portas e janelas, não comente sobre o período de ausência com estranhos e, se morar em condomínio, avise porteiros e síndico sobre pessoas com entrada autorizada.

  1. Imprevistos médicos

Embora sempre idealizemos uma viagem perfeita, imprevistos podem acontecer. Gastos com despesas médicas em outros países costumam ser exorbitantes. Para se ter uma ideia, uma simples cirurgia de apendicite pode custar mais de US$ 30 mil. Assistências oferecidas por companhias de cartões de crédito são mais restritas e limitadas, e podem não cobrir casos mais complexos. Por isso, o ideal é contratar um seguro viagem com empresas especializadas.

  1. Bagagem e objetos de valor

Mais de 24 milhões de malas são extraviadas todo ano. Por isso, identifique a bagagem com seu nome e contatos. Decore com fitas coloridas e adesivos, para diferenciar de malas parecidas. Não despache objetos de valor, nunca carregue todo o dinheiro e cartões em um só lugar e deixe pequenos montantes separados, além de um cartão para emergências.

  1. Vacinas e medicamentos

Alguns destinos solicitam obrigatoriamente tipos diferentes de vacinas, como a da febre amarela, por exemplo. Se fizer uso de medicamentos prescritos, garanta a quantidade suficiente para toda a viagem.

  1. Gravidez

A viagem de gestantes sempre requer cuidados extras. Algumas companhias aéreas reservam os primeiros assentos da aeronave para situações especiais, pois são mais espaçosos. Por isso, informe sobre a gravidez no ato da reserva. A maior parte dos seguros viagem cobrem até a 22ª semana de gestação. Acima deste período, é preciso contratar um seguro especial.

  1. Melhor idade

Cresce a cada ano o número de viajantes acima dos 65 anos. É muito importante ter cuidados com o clima e a alimentação no destino, e ainda adquirir um seguro viagem. Verifique sempre as coberturas e a idade máxima da assistência contratada.

Por Embarquenaviagem.com

 

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR

Músico,Jornalista DRT 0002304/SE, Repórter do Programa Voz da Cidadania e apresentador do Programa Expressão Livre.