outubro18 , 2021

    Fibromialgia é comum em pacientes com insuficiência cardíaca.

    Veja também

    COMPARTILHE

    - Advertisement -

    De acordo com uma pesquisa realizada na Austrália, a Fibromialgia seria comum entre os pacientes com insuficiência cardíaca crônica. Pacientes com insuficiência cardíaca e com Fibromialgia também foram mais comumente afetados por outras doenças que se supõe decorrer da chamada sensibilidade central – resposta anormal do cérebro e da medula espinhal aos estímulos sensoriais.

    Fibromialgia é comum em pacientes com insuficiência cardíaca
    Fibromialgia é comum em pacientes com insuficiência cardíaca

    A descoberta de que a Fibromialgia é comum neste grupo de pacientes proporciona uma oportunidade para abordar não apenas a insuficiência cardíaca, mas também os sintomas de fibromialgia, argumentou a equipe de pesquisa da Faculdade de Medicina da Universidade de Monash, em Melbourne, Austrália.

    O estudo “Fibromyalgia has a high prevalence and impact in cardiac failure patients” foi publicado no European Journal of Rheumatology.

    - Advertisement -

    Quer saber como conviver melhor com a fibromialgia? ( CLIQUE AQUI E VEJA O VÍDEO QUE JÁ AJUDOU MILHARES DE PESSOAS POR TUDO O PAIS )

    Pesquisas anteriores mostraram que a Fibromialgia, geralmente, coexiste com outras doenças crônicas, desde doenças autoimunes até infecciosas, como a hepatite.

    Pacientes com doença arterial coronariana, condição cardíaca em que os vasos sanguíneos são bloqueados por placas, comumente apresentam Fibromialgia. Um estudo descobriu que a gravidade da fibromialgia seguiu a gravidade da doença cardíaca e, segundo a equipe de pesquisadores, até aqui não havia dados sobre a existência de fibromialgia em pacientes com insuficiência cardíaca.

    A equipe recrutou 57 pacientes com insuficiência cardíaca, dos quais 63,2% eram homens. A idade média do grupo foi de 70,3 anos. Essas características diferem dos pacientes típicos que são, principalmente, mulheres mais jovens.

    Entre eles, 22,8% preencheram critérios diagnósticos de fibromialgia. Além disso, 31% apresentavam dor musculoesquelética generalizada, com pelo menos 11 pontos sensíveis, e 19,3% apresentavam depressão.Quando este número foi dividido entre os com e sem Fibromialgia, um número maior entre os pacientes no grupo de Fibromialgia eram afetados pela depressão.

    Pacientes com fibromialgia e insuficiência cardíaca obtiveram pior desempenho em todos os aspectos na avaliação geral de saúde, em comparação com pacientes com apenas insuficiência cardíaca. Os pesquisadores descobriram que a gravidade da fibromialgia estava relacionada à gravidade da deficiência geral de saúde e quanto mais aguda a fibromialgia pior a saúde física e mental do paciente.

    Segundo os pesquisadores, este achado destaca o efeito amplo e significativo da fibromialgia em todos os aspectos do bem-estar.

    Além disso, a equipe descobriu que todas as outras doenças de sensibilidade central investigadas, incluindo disfunção da articulação temporomandibular (ATM), doença do intestino irritável (DII), dor de cabeça e sensibilidade química eram mais comuns em pessoas com insuficiência cardíaca e fibromialgia.

    Os resultados sustentam a ideia de que a Fibromialgia é causada por uma maior sensibilidade do sistema nervoso central, disseram os pesquisadores.

    Quer saber como conviver melhor com a fibromialgia? ( CLIQUE AQUI E VEJA O VÍDEO QUE JÁ AJUDOU MILHARES DE PESSOAS POR TUDO O PAIS )

     

     

    Leia também:

    O QUE É FIBROMIALGIA

    Link do site