O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SERGIPE, por intermédio do Promotor de Justiça Waltenberg Lima de Sá, havia decidido em desfavor do prefeito da cidade de Graccho Cardoso, JOSÉ NICÁRCIO DE ARAGÃO (Cassinho de Quixabeira) a Ação Civil Pública pela pratica de Improbidade administrativa.

A ação do Inquérito Civil tinha o intuito de apurar supostas irregularidades na execução de programa assistencial no município de Graccho Cardoso/SE, denominado “Bolsa Graccho”.

Na manhã dessa segunda-feira (06), o Juiz da Terceira Zona Eleitoral de Aquidabã julgou Improcedente a denúncia relacionada ao “Bolsa Graccho”. Vale lembrar que o processo está em andamento e em breve teremos mais novidades sobre o caso.

Deixe seu comentário abaixo

Comentários