ENTREVISTA

O Ex-prefeito Tonhão de Monte Alegre concedeu entrevista ao Programa Expressão Livre, na internet, e falou a respeito da sua relação com o seu tio Osmar e seu primo, o vereador Júnior Farias.

SUCESSÃO NA VIDA POLÍTICA

Tonhão disse que há pessoas querendo suceder ele na política, tentando a qualquer custo tomar à frente do grupo de oposição e se lançar candidato a prefeito nas próximas eleições. “Claro e evidente que têm algumas pessoas querendo me suceder na política, mas o povo é quem vai dizer”, afirmou.

RELACIONAMENTO FAMILIAR

Perguntado sobre sua relação com o seu tio Osmar, Tonhão afirmou que sempre teve um bom relacionamento e que as confusões desnecessárias foram sempre jogadas de lado durante todos esses anos. Numa tentativa de cutucar o tio, o ex-prefeito chegou a afirmar que “espaço cada um conquista o seu”.

JÚNIOR FARIAS 1

Tonhão afirmou que não existe nada da parte dele contra o vereador Júnior farias, mas disse que ficou sabendo que o seu primo havia dito que estava rachado com ele e se lançado como candidato a prefeito em 2020.

JUNIOR FARIAS 2

O ex-prefeito ficou sem entender como parlamentar do grupo dos “bicudos” mudou radicalmente sua ideologia ao defender interesses da oposição.

“Na verdade, ele não defende os grupos dos bicudos. Está defendendo uma ideologia do nosso adversário, do nosso opositor. Como é que eu quero ser candidato a prefeito e defendo a atual administração, se eu não serei apoiado por eles? Não dá para entender” relatou Tonhão.

SEM RUPTURA!

Tonhão afirma que se depender dele, não há ruptura do grupo, mas diz temer as estratégias do seu primo Júnior. No entanto, Tonhão diz preferir deixar o tempo passar.

“Por parte minha não há ruptura! Eu ouço comentários do meu tio e do meu primo, o vereador Júnior, de que é candidato, está rompido, mas nunca sentamos para conversar sobre isso. Eu simplesmente deixo o tempo passar. Nada melhor que o tempo”, falou.

SEM ÓDIO!

Tonhão afirmou aos apresentadores do programa, Maycon e Paulo, que o vereador Júnior só venceu a última eleição porque ele o ajudou na reta final da campanha. Tonhão diz ter contribuído e muito para campanha do vereador. Segundo o ex-prefeito, uma pessoa bem próxima do parlamentar, o pai Osmar e o irmão Osmailson são prova viva da ajuda de Tonhão a Júnior.

“O vereador Junior Farias é vereador hoje porque eu compartilhei, porque eu participei da campanha dele e colaborei para que ele fosse vereador. Estivesse hoje assumindo o mandato, foi com minha participação, foi com meu trabalho também. Foi com minha preocupação de elege-lo vereador. Se eu tivesse ódio, se eu não tivesse interesse nenhum, eu teria dificultado a reeleição dele e atrapalhado ele. Mas não fiz isso”, pontuou Tonhão.

Welder Ban | Panorama Político
Uma análise da política sergipana como ela dever ser: sem censura!

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR
Jornalista DRT/SE 1794, Locutor e Apresentador da Xodó FM 89,9 e 88,5; Bacharelando em Direito.