outubro18 , 2021

    Júri condena um acusado e absolve outro pelo assassinato do advogado Jarbas

    Veja também

    COMPARTILHE

    - Advertisement -

    A Justiça decidiu, através de júri popular, decidiu, na madrugada desta quinta-feira (14), condenar um homem a 13 anos de prisão e absolver outro pela morte do advogado Jarbas Feitoza Filho, de 33 anos, em Aquidabã. O julgamento teve início na manhã da quarta (13), no município.

    O crime ocorreu no dia 11 de março de 2019, numa propriedade rural da vítima, que teria ido para o local fazer uma suposta troca de animais e acabou assassinado. Segundo a polícia, o crime foi motivado pro agiotagem. Na ocasião, os suspeitos fugiram levando o dinheiro e o aparelho de celular do advogado. Os dois foram presos alguns dias após o crime.

    O homem absolvido era amigo da vítima. Ele foi acusado de articular o crime, armando uma emboscada. Por quatro votos a três, os jurados entenderam que ele não teve participação no crime e ele teve a liberdade decretada.

    - Advertisement -

    Com informações do G1