A juíza da 5ª Zona Eleitoral de Capela (SE), Andréa Caldas Souza Lisa, condenou o ex-prefeito de Capela, Manoel Messias Sukita Santos, e outros quatro ex-secretários pelos crimes de corrupção eleitoral, desvio de verbas pública e autorização de despesas não previstas em lei. Segundo a defesa, a decisão que foi publicada na edição do Diário da Justiça Eleitoral desta segunda-feira (24), cabe recurso e farão o mais breve possível.

A denúncia foi oferecida pelo Ministério Público do Estado de Sergipe, através da promotoria de Justiça, e aponta que durante o período eleitoral do pleito de 2012, Sukita, que era o gestor Municipal à época, distribuiu dinheiro em troca de votos com o objetivo de favorecer a campanha de candidatos à prefeita.

A justiça estabeleceu para o ex-prefeito a pena privativa de liberdade total de 13 anos, nove meses e 15 dias de reclusão, em regime inicial fechado, além da pena de 32 dias-multa, no valor de um salário mínimo vigente à época do fato. Sem substituição por pena alternativa.

O advogado Mário César Vasconcelos Freire de Carvalho, da equipe de defesa do ex-prefeito, disse que o escritório vai recorrer da decisão. E que neste momento estão vendo qual a melhor forma de se aplicar esta medida. “Vamos recorrer. Acreditamos que é possível reverter”, afirma.

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

FONTEG1 SE
COMPARTILHAR