Imagem Ilustrativa

A polícia Federal apreendeu na quinta-feira (18) cerca de R$ 2 milhões, o senador Aécio Neves é um dos principais alvos da Lava a Jato.

A operação foi chamada Patmos, foi autorizada pelo ministro Edson Fachin, relator do Lava Jato no Supremo Tribunal Federal. O magistrado emitiu os mandados de busca e apreensão e prisão preventiva . Entre as medidas que permitiram buscas em endereços residenciais e funcionais, de Aécio Neves e Rodrigo Rocha Loures) que a Polícia esteve ocupando na manhã de hoje por agentes federais do gabinete do Congresso Nacional.

Foram apreendidos documentos, livros e da contabilidade e fiscalidade, arquivos de e-mail e telefone do dispositivo de objetos e dinheiro, o que pode servir como prova.

 

 

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR

Músico,Jornalista DRT 0002304/SE, Repórter do Programa Voz da Cidadania e apresentador do Programa Expressão Livre.