O Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) ficou sem energia por mais de três horas na noite de quinta-feira (20). A situação deixou pacientes e acompanhantes preocupados, pois até a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) foi afetada pelo problema.

“Por volta das 18h40 o transformador da área externa do hospital, de responsabilidade da Energisa, estourou e provocou a queda de energia em partes das dependências do Huse. Na sequência, o gerador entrou em funcionamento. As áreas críticas com UTIs não apresentaram ocorrências graves, apesar do susto. Imediatamente, as equipes entraram em ação para que não houvesse falta de assistência aos pacientes”, explicou a Secretaria de Estado da Saúde (SES), através de nota oficial.

Dos sete geradores do Huse, seis funcionaram automaticamente. O que alimenta as UTIs 1 e 2 e o centro cirúrgico foi acionado manualmente. “Não nos preocupamos tão diretamente porque todos os equipamentos para pacientes mais graves, inclusive respiradores, possuem baterias que duram 12 horas. Não houve nenhuma situação de caos. Nossas equipes identificaram os pacientes mais críticos e preferiram fazer pressão positiva para não ter que esperar o restabelecimento da energia”, afirmou o superintendente do Huse, Luiz Eduardo Correia.

De acordo a assessora de comunicação da SES, Rosângela Dória, a equipe da Energisa deixou tudo pronto às 21h30. “Técnicos foram acionados para fazer a decodificação dos setores de tomografia, raio-x, área clínica feminina e laboratório. Por volta das 23h, todo o Hospital de Urgência estava trabalhando normalmente e sem maiores prejuízos aos pacientes”.

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR