Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

Monte Alegre: Mais um polêmico Projeto da Prefeita Nena, prevê extinção do Cargo de Assistente Administrativo.

Recentemente a população de Monte Alegre tem sido surpreendida com alguns projetos que vem dando no que falar. Agora o novo “pacote de maldades”, prevê a extinção do Cargo de Assistente Administrativo e já está na Câmara para análise dos Vereadores.

O problema é que existe muita insegurança por parte da população no que diz respeito a alguns projetos que vem sendo votados na Câmara.

Recentemente outro projeto polêmico ligado a área da educação, quase foi aprovado e sem revisão nenhuma, ou consulta dos profissionais da educação.  Se a classe não se mobilizasse juntamente com a sociedade e alguns poucos Vereadores, seria aprovado algo totalmente fora da realidade, e o que é pior, cheios de erros e sem respeitar outras leis já existentes no âmbito da educação do município.




Neste novo projeto a Prefeita Nena, para evitar fazer concurso público, enviou a lei complementar n 30/2019 extinguindo o cargo de Assistente Administrativo, para os servidores ocuparem os cargos de fiscal de obras, fiscal de tributos e técnico agrícola. Agora o Projeto de Lei n° 30, pode beneficiar alguns funcionários com desvio de função e eliminará totalmente a possibilidade de abertura de concurso público em algumas áreas, a exemplo do Cargo de Técnico Agrícola.

Os jovens do município formados na área, e também aqueles que estão em processo de formação no IFIS, ficarão impossibilitados de conseguir um emprego no próprio município em que residem.

Na teoria os Vereadores que compõem a Câmara, são os procuradores da comunidade e têm a função fundamental de levantar os principais problemas da sociedade e buscar soluções para eles. Esse é um problema sério e poucos ou quase nenhum Vereador se pronunciou a respeito desse projeto deixando uma pergunta no ar:

Estão a favor do povo ou contra o povo?

O Vereador Henrique de João Gogó, entrou em contato com a redação do Portal Sou de Sergipe e informou que é totalmente contra e que também espera que os demais colegas sejam contra.

“Ser o representante dos anseios do povo e desenvolver esta atividade com autonomia é o principal desafio de nós Vereadores que somos eleitos pelo povo e temos obrigação de votar contra essa verdadeira maldade”. Desabafa o Vereador Henrique.

É importante que a população busque acompanhar essa questão, se manifestando contra e principalmente de “olhos abertos” observando quais dos Vereadores serão a favor desse projeto, pois os vereadores são os representantes do povo. No exercício desta função, é o fiscal dos atos do prefeito na administração do município.

O Sindicato dos Servidores, ainda não se pronunciou oficialmente, mas há uma informação que será marcado uma reunião com a categoria atingida para discutirem sobre o projeto.

O município de Monte Alegre de Sergipe, tem aproximadamente um pouco mais de 15 mil habitantes e o principal empregador é a prefeitura. Não existe fábricas ou indústrias, apenas um pequeno comércio.

COMENTE!