fbpx
Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

Monte Alegre: Teto de uma Escola Municipal cai, levando perigo a comunidade estudantil

O teto de uma sala de aula da Escola Municipal Gildete dos Reis Lima, em Monte Alegre de Sergipe (SE), desabou na noite da última segunda-feira (05). De acordo com algumas informações, nenhum estudante ou funcionário ficou ferido. No momento do ocorrido não havia ninguém na sala 8, onde tudo aconteceu.

A falta de planejamento, tem transformado bruscamente a administração pública em Monte Alegre, que se vê em um verdadeiro “caos administrativo”, sendo que são diversos problemas que afetam diretamente as pessoas que vivem nesse município.

Segundo moradores das proximidades e pais de alunos, que não quiseram gravar entrevista, por muita sorte ninguém ficou ferido, pois, no momento do desabamento não tinha ninguém na escola.

Ainda segundo os moradores, a atual gestão ainda não realizou uma simples pintura no prédio que continua com as cores do antigo governo, ninguém soube informar se já havia alguma avaliação por parte da Secretaria de Obras ou até mesmo da Coordenação Municipal da Defesa Civil, para assim proceder um laudo e assim efetuar a reforma desse telhado, antes mesmo do início das aulas que começaram há poucos dias.

Fica aí umas perguntas:

Se essa sala de aula tivesse cheio de crianças, quem responderia sobre esse problema?

Será que existe outras salas assim?

A Defesa Civil Estadual já foi informada?

Fica difícil saber de respostas, pois em Monte Alegre a atual gestão simplesmente não consegue de forma alguma se planejar e atuar como prometido em campanha. Na verdade existe uma incapacidade técnica muito grande em gerenciar o município.

Segundo o Vereador Henrique essa sala já foi motivo de críticas por parte de alunos no final do ano passado.

“Isso prova que não existe planejamento do governo participativo, pois teve o ano todo para planejar desde dos reparos nas escolas ao transportes”, comentou em uma rede social.

“Farei uma análise se teve gastos durante todo ano de 2017 e janeiro de 2018 com a educação no quesito reforma de salas e escolas”.

COMENTE!