Seu Luiz Caetano era um exemplo de homem lutador que contribuiu muito na luta pela re conquista da terra, na Ilha de São Pedro dos índios Xokó.

Em Poço Redondo, onde viveu por muitos anos, era assentado no projeto de assentamento da Barra do Onça.

Além de ser um guerreiro na vida, também era poeta cordelista e recentemente estava fazendo parte do Coletivo de Cordel dos Poetas que lutam, da cidade de Poço Redondo.
Ele foi homenageado na I Noite do Cordel, que aconteceu no Teatro Raízes Nordestinas em Poço Redondo esse ano.
O coletivo de Poetas que lutam, lamentou e solidarizou-se aos familiares pela partida de Seu Luiz Caetano.

Aqui na terra ele cumpriu a sua missão na luta e na arte do verso no verso… E agora volta a casa do Pai pra fazer poesia Celestial.

Disse Izabel Nascimento:

Sei que arte permanece
Quando o nome cumpre a regra
Porém hoje o céu se alegra
Enquanto a terra entristece
Fazer em verso uma prece
E saber que o Soberano
Escreve em primeiro plano
Com caneta da saudade
No livro da eternidade
O nome de Seu Caetano.

LUIZ CAETANO SILVA
(1936-2017)

Izaque Vieira/ Redação Sou de Sergipe

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR