A equipe do Portal Sou de Sergipe esteve conversando com alguns militantes de Sergipe para saber mais sobre esse movimento que começa a brotar em todas as regiões do Brasil e que vem crescendo principalmente nos últimos meses.

Em meio à mais grave crise política e econômica da história brasileira, questões que andavam para lá de adormecidas estão ressurgindo.

Espalhado país a fora o Movimento Pró Monarquia ganhou holofotes, principalmente, ao participar das manifestações pró-impeachment de Dilma Rousseff (PT).

O movimento pela mudança de República para Monarquia está crescendo exponencialmente não sendo possível definir ainda um número exato de membros, porém existem diversos grupos, alguns até com personalidade jurídica” e conta, espalhados Brasil a fora.

O carioca Rodrigo Brasileiro, autor da proposta do Referendo pela Restauração da Monarquia Parlamentarista no Brasil, argumenta que o “presidencialismo brasileiro é corrupto e corruptor” e que “a implantação da Monarquia tiraria o viés partidário das decisões de Estado”.

Essa ideia legislativa, esta no site do Senado e pede novo referendo pela restauração da monarquia parlamentarista no Brasil.

As pessoas que tiverem interesse na proposta, a data limite para receber os apoios é até o dia 15/08/2017.

O limite de apoios seria pelo menos 20.000 pessoas e até hoje dia 29/06 já conta com 28.524 mil pessoas Brasil a fora apoia a proposta que posteriormente será posta em discussão no Senado.

Para apoiar ou não apoiar, acesse o endereço e dê sua opinão:

https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaoideia?id=70135

Vamos saber um pouco mais sobre a “Monarquia Parlamentarista no Brasil”

O Plebiscito de 1993

No ano de 1993 o tema ganhou força e destaque a ponto de acontecer um plebiscito, onde os brasileiros foram para as urnas decidir sobre o regime de representação que queriam, REPUBLICA(presidencialismo) ou PARLAMENTARISMO (monarquia). Uma emenda na Constituição de 1988, permitiu que ocorresse tudo de forma legal em um plebiscito.

Além de decidir sobre sistema de governo entre parlamentarismo e presidencialismo, as pessoas poderiam optar pela forma de governo república ou restauração da monarquia. A vitória da república foi por 44,2 milhões de votos e os monarquistas tiveram apoio de 6,8 milhões de brasileiros.

A monarquia hoje No Mundo:

Hoje a maioria da monarquia no mundo é parlamentarista ou seja o rei é apenas o chefe de estado e o primeiro ministro é o chefe do executivo e
administra o estado.

Atualmente os 10 paises com maiores IDH, 07 são monarquistas.O país menos corrupto do mundo é a Dinamarca que vive um sistema de monarquia parlamentar, no continente americano os 02 países desenvolvidos 01 é republicano (EUA) e outro é monarquista (Canadá).

Abaixo, algumas curiosidades sobre a monarquia brasileira no contexto histórico:

O Brasil era o único entre as colônias americanas a nascer nesse regime de monarquia. Tivemos 02 reinados, um com a gestão de Dom Pedro I, e o outro com Dom Pedro II.

Na gestão de Dom Pedro II, o país viveu um momento bastante estável, como mostra muitos autores sobre o tema. Naquela ocasião o Brasil era 4ª potencia mundial e 9º maior império do mundo. A marinha era 2ª maior do mundo perdendo apenas para a da Inglaterra.

O crescimento anual era de 8,8%, inflação de 1,08%, tínhamos 14 imposto sendo que hoje são mais de 90.

Nesse período o Brasil também era o segundo na America latina e segundo no mundo a ter educação especial para crianças.
Nossa moeda tinha o mesmo valor da libra esterlina e o dólar.
Em mais de 50 anos, apenas 02 casos de corrupção que foram punidos a altura.

Panorama desse movimento em Sergipe

Em Sergipe já existe o Movimento Frente Monarquista Sergipana que é um grupo informal criado entre amigos,colegas e simpatizantes do tema.

Estão a frente da discussão:

CARLOS BARRETO (militante pró monarquia);
WILLIAM CONRADO (militante pró monarquia e ex presidente da AFAS – Academia Filosofica Atheneu Sergipense);
RAUL SOARES (militante pró monarquia e professor de historia da
rede estadual).

As reuniões ocorrem presencialmente geralmente na capital sergipana e no facebook onde tem um grupo fechado com mais de 250 membros há mais de 01 ano, não tendo hierarquia administrativa, fazendo parte, pessoas dos mais diversos setores.

Segundo o militante Carlos Barreto, o objetivo principal é levar o debate para a população sobre a aplicação de um novo referendo que vise tratar da nova forma de governo sendo Monarquia Parlamentar, Republica Parlmentar ou continuar no Presidencialismo, a sugestão já se encontra no Senado Federal, e já ganhou notoriedade nacional e no mundo divulgado pela mídia.

Izaque Vieira/ Redação Portal Sou de Sergipe

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR