setembro23 , 2021

    MP pede que Gararu, Canhoba, Itabi e Lourdes não realizem programação de entretenimento

    Veja também

    Duas mulheres são presas por tráfico no Sertão Sergipano

    Policiais militares do 4º Batalhão de Polícia Militar (4º...

    Acusado de atirar em delegado se entrega na Bahia

    Wellington de Carvalho Bispo se entregou à polícia na...

    Adolescente de 14 anos e homem de 35 são executados a tiros

    Paulo do Nascimento Santos, 35 anos de idade e...

    COMPARTILHE

    - Advertisement -

    O Ministério Público de Sergipe – por meio da Promotoria de Justiça de Gararu e Distritos de Canhoba, Itabi e Nossa Senhora de Lourdes – recomendou aos estabelecimentos empresariais localizados nesses municípios que não realizem qualquer programação de entretenimento aos consumidores.

    Segundo o MP, chegou ao conhecimento da Promotoria de Justiça que alguns estabelecimentos que fornecem serviços de alimentação estariam transmitindo lives de artistas famosos, com o intuito de atrair consumidores, gerando aglomerações e aumentando os riscos de contaminação do novo coronavírus.

    A Promotoria de Justiça, considerando que as normas de defesa do consumidor são de ordem pública e de interesse social, lembra que o Decreto Estadual nº 40.567/2020 autoriza o funcionamento de restaurantes, bares e lanchonetes apenas utilizando os sistemas de delivery ou de retirada para entrega, dada a relevância pública do serviço prestado.

    Os municípios, por intermédio das respectivas Vigilâncias Sanitárias e Epidemiológicas e de eventuais outros órgãos detentores de atribuições, e a Polícia Militar, deverão agir em conjunto ou separadamente, fiscalizar tais estabelecimentos e adotar medidas que acharem necessárias, a exemplo de interdição ou suspensão/cassação de alvará de funcionamento.

    - Advertisement -

    MPF Sergipe