A mulher foi flagrada tentando entrar no Compajaf  (Complexo Penitenciário Advogado Antônio Jacinto Filho) com 107g de maconha escondidas na genitália. A Secretaria de Estado da Justiça (Sejuc) informou que, na manhã desta quarta-feira (22), um aparelho de scanner corporal detectou um elemento estranho no corpo da companheira de um preso.

Segundo a Sejuc, após ser informada sobre a suspeita, a mulher confessou o porte e entregou o pacote as agentes prisionais. A carteira de visitante da mulher foi suspensa por um ano e ela foi encaminhada para a delegacia de Polícia Civil.

Via G1

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR

Músico,Jornalista DRT 0002304/SE, Repórter do Programa Voz da Cidadania e apresentador do Programa Expressão Livre.