Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

N.S da Glória: Rock no Coreto movimentou a noite do ultimo sábado na Capital do Sertão

O evento oportuniza as bandas sergipanas e faz também um trabalho beneficente muito importante

A Capital do Sertão “parou” na noite do ultimo dia 28 (sábado), por conta do evento denominado de “Rock no Coreto”, onde a juventude curtiu músicas autorais de de bandas sergipanas de Reggae e Rock.

O repertório das bandas também foi além das autorais e diversos clássicos do Rock e do Reggae foram executados com muita perfeição por todas as bandas que passaram no palco.

 

O festival teve início com a apresentação do Baterista Renato fazendo uma brilhante apresentação, tocando diversos clássicos do Rock mundial. Em seguida a Banda Sertão Roots, fez uma excelente apresentação execultando as músicas autorais “Juventude sem Escolha” e “De quem é a Culpa”, e alguns clássicos do reggae nacional como a música Arvore de Edson Gomes, trazendo o público que não se segurou e começou a dançar e cantar o reggae causando um verdadeiro “ribuliço” no público.

Logo após, chegou a Banda E.Q.M que fez um som diferenciado , execultando alguns clássicos do Rock Nacional, trazendo muita energia ao público que contagiado com o som, cantou e dançou o tempo inteiro.

A noite de festa, foi finalizada com a apresentação impecável da Banda MOAB, que mostrou ao público diversos clássicos do Black Sabbath, Deep Purple, Motörhead levantando literalmente a poeira. Ainda durante a apresentação da MOAB os músicos Izaque Vieira (Bateria da Sertão Roots) e “Teté” ( Guitarrista da Banda The End) fizeram participação tocando o clássico “Pefect Strangrs” do Deep Purple mandando uma energia super positiva a todos que estiveram presente.

A presença do MOS ( MOTOCLUBISTAS ORGANIZADOS DE SERGIPE) foi um show a parte com suas Motocicletas circulando a praça e também participando no evento de uma forma geral, gerando uma super energia em todo os expectadores do evento.

Um dos lideres do grupo, Fabiano da Stop Car, falou que a ideia do grupo foi fortalecer a proposta do evento e também ajudar com varias doações de alimentos. “Isso é apenas um ato humano que todos nós seres humanos devemos fazer nossa parte”, afirmou Fabiano super feliz com a confraternização.

Segundo Alisson, organizador do evento, é necessário que as autoridades devem apoiar cada vez mais iniciativas como esta para um público que precisa de eventos dessa natureza para fomentar a cultura de toda a região do Alto Alto Sertão Sergipano.

Perguntado sobre o tom político nas letras das músicas da Banda Sertão Roots, o vocalista Ivaldo Moreno explica que a questão do caráter interpretativo é abrangente. “Muitas pessoas veem “De quem é a Culpa?” como uma música política. Eu prefiro dizer que é uma música de cunho social. Ela pode ser usada nas passeatas contra qualquer governo ou partido corrupto. Ela se molda. Não é uma música com posicionamento, só fazemos apologia ao homem comum. O mesmo acontece com “Juventude sem escolha.”

O evento além de oportunizar as bandas sergipanas, fez também um trabalho beneficente muito importante para ajudar as instituições de caridade da cidade de Nossa Senhora da Glória através da doação de alimentos.

Abaixo, Confira algumas imagens do evento:

 

Izaque Vieira / Redação Portal Sou de Sergipe

COMENTE!