soudesergipe-cidades-eficiencia

Quem entrega mais saúde, educação e saneamento gastando menos? É isso que procura mostrar o REM-F, o Ranking de Eficiência dos Municípios da “Folha de S.Paulo”, que listou dados de 5.281 municípios, ou seja, 95% do total das 5.569 cidades brasileiras.

Numa escala de 0 a 1, só 24% das cidades ultrapassam 0,50 e, por isso, podem ser consideradas eficientes. Pesquisa nacional do Datafolha mostra que só 26% dos brasileiros aprovam a gestão de suas prefeituras.

No topo do ranking no Estado de Sergipe e 6° no Brasil está cidade de Cedro de São João, com 5 633 habitantes, já no alto Sertão quem aparece em primeiro lugar é a cidade de Nossa Senhora da Glória que aparece em 1.006º no País e 28° no estado, perdendo para cidades menos desenvolvidas como Telha 887º, Cumbe 718º, Pinhão 830º, Aquidabã 821º e até a própria cidade de Cedro de São João.

Amparo do São Francisco, Tobias Barreto, Poço Redondo e Canindé do São Francisco aparecem nas últimas colocações.

GASTOS COM PESSOAL

O levantamento revela ainda que nos 5% menos eficientes, com índice de até 0,30, o funcionalismo cresceu 67% entre 2004 e 2014, em média. A população aumentou 12% no período.

Em crise, os municípios espelham também alguns dos principais desafios do país, como o crescimento do gasto público, a dependência de verbas federais, a perda da dinâmica da indústria e a ascensão do agronegócio.

Confira o ranking completo:

http://www1.folha.uol.com.br/remf/

Deixe seu comentário abaixo

Comentários