outubro17 , 2021

    Nota de esclarecimento sobre a prisão do traficante Adriano Vieira, o “SAPÃO”

    Veja também

    COMPARTILHE

    - Advertisement -

    A Polícia Civil informa que os advogados do traficante Adriano Vieira Santos, conhecido como “Sapão”, tiveram acesso ao cliente nas primeiras horas desse domingo, 6. Eles conversaram com o cliente durante uma hora.

    Nesse sentido, a Polícia Civil reitera que foi garantido o direito constitucional de acesso à defesa. O traficante chegou ao Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) durante a tarde do sábado e os advogados queriam ter o acesso à noite, o que inviabilizaria o acesso no mesmo dia.

    A direção do Cope, responsável pela custódia de Adriano Vieira, autorizou a entrada dos advogados. Como o Cope é a unidade de custódia, cabe ao Centro de Operações Policiais Especiais autorizar o acesso da defesa, o que prontamente ocorreu.

    O Cope, inclusive, é a unidade de custódia de presos considerados de alta periculosidade. Desse modo, visando preservar a integridade das equipes e de todos os envolvidos, é vedado o acesso à pessoas não inclusas nos quadros de servidores após 18h.

    - Advertisement -

    A Polícia Civil também destaca que, contra o traficante, foram cumpridos três mandados de prisão. A prisão se deu, inclusive, com base nas decisões judiciais disponíveis no Banco Nacional de Mandados, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

    A instituição também explica que o Departamento de Narcóticos (Denarc), responsável pela investigação, tem pleno direito de avaliar a requisição de bens móveis do traficante para utilização nas ações de enfrentamento à criminalidade e garantia da segurança pública da população sergipana.

    Fonte:  SSP/SE