fbpx
Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

Novo tremor de terra é registrado na Região do Baixo São Francisco, em Sergipe

De acordo com o Laboratório de Sismologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) a magnitude foi de 2.7, maior que as registradas entre o domingo e a segunda-feira no município de Canhoba.

Um novo tremor de terra foi registrado na Região do Baixo São Francisco, em Sergipe, às 8h32 desta terça-feira (1º). De acordo com o Laboratório de Sismologia (LabSis) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), que monitora esse tipo de atividade no Nordeste, a magnitude foi de 2.7, maior que as registradas entre domingo (30) e segunda-feira (31) no município de Canhoba.

Moradores das cidades de Amparo do São Francisco e Canhoba relataram que os abalos começaram a ocorrer durante a madrugada desta terça. O tremor também foi sentido no município de São Brás, em Alagoas.

“A nossa região aqui do Baixo São Francisco está sofrendo abalos sísmicos, tremores de terra e os moradores estão com medo. Na madrugada de ontem pra hoje aconteceram três abalos, chegaram a acordar o pessoal da região. E na manhã de todos o mais forte de todos, com um estrondo bem alto e a terra balançando, tremendo”, disse Rafael Barreto, de Amparo.

O professor Fábio Santos, morador do mesmo município, disse que o fato é recorrente.”O tremor de hoje não afetou nada, mas nos deixou assustado, pois foi muito forte. Não é a primeira vez que isso acontece, recentemente foi sentido mais forte na cidade de Canhoba e nós só sentimos reflexos aqui em Amparo, mas hoje em Amparo foi muito forte”.

Em Canhoba, populares contam que esse foi um dos tremores mais fortes já sentidos. “A terra tremeu hoje aqui na cidade de Canhoba, deixando os moradores aflitos. Foi um dos abalos mais fortes já ouvido aqui pela nossa região. Estamos todos preocupados. Boatos nas ruas, as pessoas assustadas com a situação”, disse o morador Wanderley Santos.

Oito tremores em Canhoba

Oito tremores de terra foram registrados no município de Canhoba, na noite desse domingo e a madrugada desta segunda-feira. O maior deles foi de magnitude 1.8, considerada baixa, e ocorreu às 23h44. De acordo com o LabSis, os registros são frequentes, mas sempre ocorrem com baixa intensidade e não representam perigo.

Casos na Bahia

Pelo terceiro dia seguido a Bahia registrou tremores de terra. Moradores de São Miguel das Matas, cidade que fica na região entre o Vale do Jiquiriçá e o Recôncavo da Bahia, e Amargosa, no recôncavo, relataram novos casos. Os terremotos na Bahia começaram na manhã do domingo. O primeiro tremor começou pouco antes das 8h e durou cerca de 20 segundos. Depois, uma nova trepidação, desta vez mais branda, por volta das 8h20. São Miguel das Matas foi uma das mais afetadas.

Fonte: G1 Sergipe

COMENTE!

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Consulte Mais informação

Política de Privacidade e Cookies