Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

O Herdeiro de Asterium completa a trilogia de Johnny Bleas

Para os leitores que acompanharam os dois primeiros livros da trilogia de Johnny Bleas, agora é hora de ligar os pontos e encontrar respostas para muitas perguntas envolvendo o mundo de Asterium e seus personagens.

Segundo o escritor João Gabriel Brene, o leitor foi introduzido ao Novo Mundo no primeiro livro e no segundo com o Núcleo da Montanha viu a trama ser estruturada, mas agora o fim é inevitável. Em“Johnny Bleas – O Herdeiro de Asterium” (Editora Pandorga) o leitor viajará pelas 416 páginas do livro sedento por respostas e vivenciará uma grande explosão de poder e perceberá uma situao que mudou o destino de Asterium para sempre.

Segundo o autor, à medida que a grande guerra se aproxima, Kourem junta cada vez mais aliados para seu tirânico plano e derrubar de uma vez por todas a capital, Forhcore. Guiado pela sede de poder, ele enfrenta seus adversários sem impunidade.

Por outro lado, Johnny Bleas enfrenta seus inimigos e o irmão gêmeo Kourem está cada vez mais perto a relíquia conhecida como coração de Asterium, pronto para cumprir seu plano maligno quando chega finalmente a Forhcore. “Porém, surge a questão; quem é o verdadeiro inimigo?”, questiona Brene.

O autor resume o terceiro livro da trilogia de uma forma direta. “É o momento onde o mal finalmente surgirá com todo seu poder e dominará as superfícies de Asterium. Onde apenas o perdão e o amor, serão capazes de retomar o equilíbrio desta conturbada e misteriosa fantasia”, comenta.

“Johnny Bleas – O Herdeiro de Asterium” têm lançamento previsto pela Editora Pandorga para março de 2018. “É o dedesfecho de uma ilustre narrativa de aventura e fantasia que  traz ao leitor uma visão diferente e inesperada, comparado aos grandes e conhecidos best sellers da literatura”, adianta J.G. Brene.

Ainda segundo ele, a proposta é que o leitor encontre no desfecho da história, não apenas uma mensagem de amor e compaixão, mas que também sinta que a missão foi cumprida da maneira como aconteceu. “Assim como em toda a narrativa de Johnny Bleas, a mensagem principal deste enredo é uma reflexão há uma antiga questão que permeia a mente do ser humano; o que faz o homem quer o que ele é? Sua alma, seu dna, sua personalidade? Ou será que as influências do ambiente onde ele é inserido”, finaliza o autor da trilogia Johnny Bleas, complementando que em “O Herdeiro de Asterium”, este tema é bastante explorado devido às diferentes vidas que os irmãos Bleas tiveram, assim como uma forte mensagem de amor, gratidão e compaixão.

AM3 COMUNICAÇÃO.

COMENTE!