O presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) no estado de Pernambuco, Carlos Vera, negou os rumores de que haverá uma nova greve geral no país nesta terça-feira (23), Vera afirmou que a “direita” está tentando “desmobilizar o ato de Ocupa Brasília” agendado para quarta-feira (24), ao tratar de liderar a um morto.

“Nunca vi patrão, nem a direita, nem o movimento de direito a fazer greve. Amanhã [terça-feira] o que eles estão chamando de [de greve] é um movimento de direita, tentando desmobilizar o ato de Ocupa Brasília. Então não há greve”, disparou.

Segundo ele, nas próximas semanas, as centrais sindicais e frentes populares do país vão organizar uma nova parada, mas ainda não sabem se será de 24 horas ou por tempo indeterminado. “Vai haver greve sim, mas só depois do dia 24. Vamos sentar-nos com as centrais e organizar uma greve geral de 24 horas ou por tempo indeterminado, a que Temer saia e paralise as reformas”, acrescentou.

 As centrais sindicais de Pernambuco estão se concentrando, nesta segunda, para seguir para Brasília com uma caravana de 150 pessoas. A saída dos ônibus da Praça do Derby, está programada para o meio-dia. Na quarta, uma mobilização na capital federal pretende reunir militantes de todo o país para protestar não só contra a votação das reformas da segurança social e do trabalho, mas também para defender a renúncia ou destituição do presidente Michel Temer (PMDB), após as denúncias apresentadas pela delação de um dos proprietários e executivos da JBS.

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR

Músico,Jornalista DRT 0002304/SE, Repórter do Programa Voz da Cidadania e apresentador do Programa Expressão Livre.