Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

O que fazer para acelerar seu metabolismo (e ajudar na perda de peso)

Quando o assunto é dieta e emagrecimento, em algum momento o metabolismo vai entrar em cena. Para algumas ele é um aliado, mas para outras pode ser considerado o maior inimigo.

Lento, acelerado, bom e ruim. As opiniões sobre metabolismo são muitas e diversas, e se seu objetivo é perder peso, é um tópico que pode ser determinante.

Mas mesmo sabendo que ele pode ser fundamental nesse processo, ainda circulam muitos mitos e informações equivocadas sobre o assunto. Vamos entendê-lo melhor?

Qual é a relação do metabolismo com a dieta?

O metabolismo nada mais é do que a capacidade de produzir e gastar energia. Quem possui um metabolismo mais acelerado, consegue perder mais calorias durante o dia. Já quem possui o metabolismo mais lento, queima menos.

O ganho ou perda de peso está diretamente relacionado com o nosso saldo de calorias ao final do dia. Isso significa que se você gasta mais delas do que consome, você irá emagrecer. Assim como se você gasta menos do que consome, você irá engordar. O metabolismo define o seu gasto calórico e por isso ele se torna determinante.

O metabolismo varia de pessoa para pessoa

Se você acha que o que mais influencia no seu metabolismo é sua idade ou a sua alimentação, sinto em dizer, mas você está enganada. O primeiro fator (infelizmente para uns e felizmente para outros) é genético. Mas você não precisa ter nascido com um metabolismo de ouro herdado dos seus pais para que ele seja acelerado. Outro ponto decisivo é a sua composição corporal. Quanto maior for a sua quantidade de massa muscular, mais calorias você queima em repouso. Isso porque o tecido muscular gasta muito mais calorias que o gorduroso. Isso explica porque os homens, em geral, possuem mais facilidade para perder peso: eles, afinal, são mais musculosos.

Como melhorar o seu metabolismo?

Se para ter um metabolismo mais acelerado é necessário ter maior quantidade de tecido muscular, a resposta é simples: ter uma composição corporal com mais músculo do que gordura. Para isso, se exercite regularmente e tenha uma alimentação equilibrada e adequada às suas necessidades.

Se o seu metabolismo é variável, as suas necessidades nutricionais também serão, certo?Procure um profissional capacitado para lhe auxiliar.

E os alimentos termogênicos?

Se você leu até aqui deve estar se perguntando: mas e os alimentos termogênicos? Não ajudam nesse processo?

Eles aumentam o gasto calórico, é verdade, mas essa alteração não chega a ser significativa dentro do contexto. Ninguém emagrece de forma milagrosa porque aumentou o metabolismo comendo pimenta ou tomando mais café. Consumir alimentos termogênicos podem melhorar sua disposição para praticar atividade física e isso, consequentemente, pode mudar sua composição corporal. Alimentos como gengibre, chá verde, canela, café e a pimenta podem estar na sua alimentação como uma forma de complementar ao básico: uma dieta equilibrada e a prática regular de atividade física.

Paula Mar Pinto tem 28 anos e é nutricionista clínica por formação, mas se considera uma “facilitadora de experiências saudáveis”. Depois de muito brigar com a balança, resolveu se aliar a ela. É autora do projeto E Agora, Nutrinha?.

Dona Fitness.

COMENTE!