Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

Para Policia não há duvidas de que mulher morta a marretadas foi vitima de feminicídio

Na manhã desta quinta-feira, (23), a superintendente da Polícia Civil, Katarina Feitoza, em entrevista coletiva, descartou a possibilidade de que Ana Paula tenha sido vítima de latrocínio.

De acordo com a superintendente, o departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa não tem dúvidas de que o crime se trata de Feminicidio e que as provas nos autos corroboram com o fato. Vitor Aragão esposo da vítima, sustenta que ele e Ana Paula foram vítimas de assalto.

OUÇA O ÁUDIO:

 

 

COMENTE!