O PDT realizou, nesta terça-feira (12), na sede do Sindicato dos Bancários de Sergipe, reunião para declarar publicamente apoio à pré-candidatura de Belivaldo Chagas (PMDB), a governador do Estado, assim como já fizeram outros partidos da base aliada ao Governo.

O presidente regional do partido em Sergipe, Fábio Henrique, anunciou que seria candidato a deputado federal e sua mulher, deputada Silvia Fontes (PDT) iria para a reeleição. Fábio lembrou o ex-governador Marcelo Déda (PT) citou a frase “olhando nos seus olhos”, para dizer a Belivaldo Chagas que o PDT até reivindica um nome na chapa majoritária, “mas do jeito que as coisas estão no momento, não vamos empurrar faca no pescoço, nem goela abaixo”.

Fábio Henrique continuou dizendo que estava abrindo mão, “hoje, para acomodar – tem aqui Rogério [Carvalho], do PT, para o Senado, Heleno [Silva], do PRB, para o Senado, tem também o grupo dos Mitidieri (PSD), que reivindica também posição na chapa majoritária – mas marcho com Belivaldo Chagas ao Governo sem imposição de participar da chapa majoritá, indicando o vice ou mesmo candidatura ao Senado”.

– Evidentemente que o PDT vai pleitear suplência de senador, natural, dentro do processo, mas encabeçar como o vice ou vaga para senador, o partido oficialmente abre mão disso hoje e vai se concentrar na campanha de deputado federal e na reeleição da deputada Silvia, além de apoiar Belivaldo ao Governo, disse Fábio Henrique.

Um grande número de pedetista compareceu ao ato, além de prefeitos do PMDB e de outras legendas. Estava na reunião os presidentes do PT, Rogério Carvalho, e do PSDC, Cincinato Jr. O próximo ato será do PCdoB e em janeiro o PSDC, Podemos, PRP, PMN e Solidariedade realizam suas reuniões de apoio a Belivaldo Chagas.

Faxaju

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR
Músico,Jornalista DRT 0002304/SE, Repórter do Programa Voz da Cidadania e apresentador do Programa Expressão Livre.