O Ministério Público Eleitoral de Sergipe, apresentou Representação ao registro de candidatura do candidato a Prefeito do Município de Poço Redondo, Ademilson Chagas Júnior, o Dr. Júnior Chagas, do Republicanos.

O MP Eleitoral afirma que o prefeito foi condenado em segunda instância da Justiça Eleitoral por abuso do poder econômico e capacitação ilícita de sufrágio, conhecida por compra de votos. Para o promotor Emerson Oliveira Andrade, da 28ª Eleitoral, o prefeito se enquadra na Lei da Ficha Limpa:

O MP diz que Júnior Chagas já foi condenado em segunda instância da justiça eleitoral por por abuso do poder econômico e captação ilícita de sufrágio, conhecida por compra de votos.

Por esse motivo, o candidato estaria enquadrado, segundo o órgão ministerial, na Lei da Ficha Limpa, por já ter pesado sobre ele condenações por abuso do poder econômico por órgão colegiado.