Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

Pode até chocolate: conheça a dieta flexível que é febre entre blogueiras

Macarrão? Carboidrato depois das 18h? Chocolate? Pode de tudo, mas não tudo. Esse é o lema da “Flexível”, a dieta que promete fazer você emagrecer sem restrições.

Funciona assim: com a orientação de um nutricionista, você vai descobrir a quantidade de calorias que precisa consumir diariamente para perder peso. Mas tem de estar dentro do limite aceitável para um ser humano sobreviver, ok?! Nada de 500 calorias por dia.

Então, você vai entender um pouco melhor sobre os macronutrientes, que são os nutrientes carboidrato, gordura e proteína. Eles são responsáveis por fornecer energia ao corpo e devem ser ingeridos em maior quantidade.

A nutricionista Thaynara Fernandes, especialista em nutrição clínica funcional, explica que “o cálculo de macronutrientes, exclusivamente, pode funcionar a curto prazo, mas existem outros nutrientes envolvidos no emagrecimento saudável, como as vitaminas e minerais”.

É importante que a base da dieta seja rica em vitaminas e minerais – Foto: Pixabay .

Ela esclarece que o pãozinho francês, tão amado, pode fazer parte de uma alimentação saudável — desde que esteja dentro do necessário para cada pessoa. Mas é importante priorizar alimentos como frutas e raízes.

Não dá pra negar que com a flexível fica mais fácil encaixar os alimentos que você gosta dentro das quantidades “permitidas”.

Sucesso entre as blogueiras do Instagram

A Paula Pavan foi uma das primeiras a criar um perfil sobre a dieta na rede social e hoje tem milhares de seguidores. Ela conta que passou por muitas restrições alimentares antes de conhecer a Flexível.

“Comecei a entender melhor os alimentos e que não era um específico que me faria engordar ou emagrecer”

Paula Pavan, do perfil @pauladietaflex

Ela ensina a montar cardápios equilibrados com opções deliciosas. Até porque a Flexível não é bagunça. Não é pra você sair comendo besteira o dia todo, tá?

 

Ver essa foto no Instagram

 

😃Já sabe o que comer? • • 😄 Vocês gostaram tanto do meu cardápio pronto, que resolvi criar mais um, agora com 1600 calorias. • • 😁Uma das minhas grandes dificuldades quando iniciei a flexível, era criar meu próprio cardápio. • • 🤓 Ser livre é maravilhoso, mas eu não sabia lidar com essa tal liberdade, e muito menos como distribuir os alimentos nas refeições do dia. • • 🙌🏼 Lembre-se de que cada um tem uma meta. A ideia aqui não é que você siga este cardápio como lei, mas sim como um norte. • • ✅Dicas de como criar seu cardápio : 🎯1- Pense em quantas refeições você gosta de fazer. Eu, por exemplo, costumo fazer 5 refeições. • • 😀2- Comece colocando proteína em todas elas. Desta forma, no final do dia você terá batido sua meta sem dificuldade. • • 👍🏼3- Priorize verduras, vegetais, frutas, legumes, cereais integrais, alimentos in natura de modo geral. Alimentos volumosos nos dão saciedade e são nutritivos. • •> 🍫3- Sugiro que você encaixe um unicorniozinho para tornar seu dia mais feliz. Desta forma, sua dieta será mais sustentável e a chance de aderência será muito maior. • • 💥Divirta-se e faça trocas inteligentes. • • ☝🏼Lembre-se que o quebra-cabeça é mais difícil na primeira vez que você monta, depois, fica fácil fácil. • • ☀️Tenha paciência! Estou com você. • • 😜Curtiu? Marque alguém que está precisando deste empurrãozinho 😂 • • Beijos 😘 Paula 🦄 • • #iifym #iifymbrasil #dieta #dietaflexivel #pauladietaflex #cabenosmacros #emagrecimento #boraficarfortinha #lowcarb #timeflex #gratidao

Uma publicação compartilhada por Paula Dieta Flex (@pauladietaflex) em

Essa dieta logo se mostrou uma aliada para as mulheres que sofrem ou já sofreram com algum transtorno alimentar. A blogueira Natasha Villaschi tem um perfil na internet em que compartilha sua rotina de treinos e conta como venceu a compulsão alimentar, além da anorexia e bulimia, com a ajuda da Flexível.

 

Ver essa foto no Instagram

 

👉🏻 Na primeira foto, eu queria emagrecer cada vez mais e mais, de qualquer jeito e qualquer forma. Eu queria cada vez ver mais ossos, queria cada vez mais remédios e qria ficar tonta, ver tudo preto e não ter forças, pq isso significaria que eu estaria “emagrecendo”. Eu ficava horas e dias sem comer, eu me olhava e pensava em tudo que queria mudar pra ontem, eu tinha pavor de ver comida, e se visse, ficava feliz em recusar.⁣ Eu não queria saber de saúde, eu queria saber de me olhar no espelho e ver osso, de provar roupas e cada vez ter numerações menores e perder roupas atuais, eu queria saber de me espelhar em modelos que tem certo tipo de corpo e botava isso como meta de vida. ⁣ Eu recusava almoços com minha família, festas com minha família e vivia em tortura quando tinha algo que tivesse comida. ⁣ Mesmo cada vez mais magra, eu era uma eterna insatisfeita e infeliz. ⁣ ⁣ 👉🏻 Na segunda foto, sou eu hoje. Hoje eu entendo que a vida vale mais que um corpo e viver vale mais que qq resultado estético. Eu estou com muitos KG a mais, e obviamente: muito mais saúde. Minha menstruação voltou, meu cortisol abaixou, meus hormônios se normalizaram, meu humor é outro, disposição… hoje sou outra Natasha, de mente e corpo. Aprendi que nenhum extremo é saudável: nem obesidade, nem anorexia! Eu queria ser anoréxica e amava isso, mas minha saúde? Estava sendo destruída. Eu vivia pelo meu corpo. Hoje eu vivo para ser feliz. Hoje eu tenho meus momentos de foco, de treino, de macros, e tenho meus momentos de simplesmente não contar nada, me divertir e ser feliz com quem eu amo! Sabem pq? Porque a vida passa. Pessoas passam. Momentos passam. A lembrança fica. Corpo muda, tudo muda! Sabem o que não vale a pena? Deixar de aproveitar com pessoas que amamos e criar boas lembranças, por medo! Não devemos JAMAIS aceitar perder saúde por estética, pq lá na frente, é sua saúde q te manterá vivo! ⁣ Eu tenho recaídas? Tem momentos que penso em jogar tudo pro alto? Obvio! Afinal, eu sou um ser humano! Mas eu permito que isso me domine? Não. O motivo?⁣ Desistir não facilita o processo! ⁣ Então não desista de tentar. Não perca as esperanças de que vc É FORTE e SIM, você pode vencer tudo!

Uma publicação compartilhada por ESTILO DE VIDA, SAÚDE MENTAL! (@nvillaschi.fitness) em

“Eu vivia pelo meu corpo. Hoje eu vivo para ser feliz. Hoje eu tenho meus momentos de foco, de treino, de macros, e tenho meus momentos de simplesmente não contar nada, me divertir e ser feliz com quem eu amo!”

Hysa Conrado, do R7.

COMENTE!