setembro16 , 2021

    Polícia Civil de Umbaúba prende investigado por estupro de vulnerável

    Veja também

    SUICÍDIO: Um grito da alma pedindo socorro

    As tentativas de suicídio ou sua prática efetiva envolvem sempre uma...

    Polícia Militar apreende arma de fogo em Monte Alegre

    Policiais militares da Companhia Independente de Operações Policiais em...

    Tremor de terra é registrado em Gararu

    Um tremor de terra, de magnitude 1.5, foi registrado...

    Polícia Civil prende casal em flagrante por tráfico de drogas em Propriá

    Policiais civis da Delegacia Regional de Propriá prenderam em...

    COVID-19: Sergipe tem 5° dia seguido sem registro de óbitos

    O novo boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da...

    COMPARTILHE

    - Advertisement -

    Policiais Civis de Umbaúba deram cumprimento ao mandado de prisão de um homem investigado pela prática de estupro de vulnerável contra uma criança de 11 anos. A decisão judicial foi cumprida durante a Operação Ressurreição, que foi deflagrada nessa segunda-feira (9), em Umbaúba.

    Segundo os delegados Gustavo Mendes e Rafael Brito, o investigado já havia sido preso em flagrante no dia 14 de março pelo crime de induzimento à criança de se exibir de forma pornográfica. O crime é previsto no Art. 241-D, parágrafo único, inciso II do Estatuto da Criança e do Adolescente.

    Na ação policial de março, foi apreendido um aparelho celular do investigado, por meio de autorização judicial para acesso e extração. Além disso, foi instaurado um novo inquérito policial pelo crime de estupro de vulnerável, diante de prova encontrada em Relatório de Extração.

    O detido também fazia ameaças contra a vítima. Na continuidade das investigações, conforme dados cadastrais da Telefônica Brasil, confirmou-se que o número pertencia ao investigado. Diante disso, foi representada a prisão preventiva do autor do crime, que foi autorizada pela Justiça.

    - Advertisement -

    Após a prisão, o investigado permaneceu em silêncio. A Polícia Civil ressalta que informações e denúncias sobre crimes e suspeitos de ações criminosas podem ser repassadas por meio da ferramenta Disque-Denúncia, no telefone 181. O sigilo do denunciante é garantido.